O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Adobe Photoshop no iPad e no desktop

Adobe Photoshop e Illustrator chegam à web

Os apps de criação e edição da Adobe também ganharam boas novidades para iPads e desktops

A conferência Adobe MAX 2021 começou hoje — e nós já temos várias novidades sobre a suíte de apps criativos da empresa.

Publicidade

Entre as boas novas, a Adobe anunciou que deu “um grande passo em direção à colaboração” ao disponibilizar versões web do Photoshop e do Illustrator. A ideia, porém, não é permitir que você faça um trabalho complexo em uma página online — e sim permitir que colaboradores abram e vejam seu trabalho em um navegador para fornecer comentários.

Atualmente é possível armazenar um projeto pela Creative Cloud, o qual pode ser aberto de qualquer lugar desde que você tenha o aplicativo para desktop ou iPad. Agora, é possível revisar e adicionar comentários ao projeto diretamente pelo navegador.

É preciso ser um assinante da Creative Cloud para usar o Photoshop na web — cuja versão beta estará disponível a partir de hoje. Já o Illustrator para web será lançado como uma versão beta somente para convidados — é possível se inscrever aqui.

Publicidade

Além disso, a Adobe está introduzindo novos recursos em seus aplicativos Creative Cloud para desktop e dispositivos móveis, integrando vários novos recursos de compartilhamento para tornar a colaboração de design mais fácil.

Vamos conferir tudo isso?

Photoshop

O Photoshop para iPad está se aproximando um pouco mais da versão para desktops. A versão para o tablet agora inclui suporte a modo ProRAW, aos Smart Objects e ao compartilhamento de comentários.

Publicidade

Já no desktop, as novidades são várias. Entre elas, a ferramenta de seleção de objeto está sendo aprimorada para permitir que usuários façam uma seleção com um único clique. A Adobe também afirma que as seleções feitas com a ferramenta de seleção de objeto “agora são mais precisas e preservam mais detalhes nas bordas da seleção”.

Ademais, o software também ganhou uma nova ferramenta para mascarar todos os objetos em uma foto com um único clique. Enquanto isso, os filtros neurais — lançados no ano passado — estão recebendo três novas opções (beta):

  • Landscape Mixer: permite editar rapidamente o cenário, mudando a estação e/ou a hora do dia;
  • Color Transfer: usa a paleta de cores de uma imagem e torna mais fácil aplicá-la a uma imagem diferente;
  • Harmony: usa o Sensei AI da Adobe para combinar a cor, o tom, a matiz e a luminosidade ao compor duas imagens.

Já o filtro neural de desfoque de profundidade, embora não seja novo, está sendo atualizado com uma nova técnica de aprendizado de máquina que aplica um fundo desfocado mais realista enquanto mantém o objeto em foco para produzir um efeito Bokeh mais crível. Isso resulta em uma imagem semelhante a uma obtida usando o modo Retrato (da Apple), embora nenhum dado do scanner LiDAR seja necessário ou usado.

O Photoshop agora oferece suporte ao Pro Display XDR da Maçã — bem como às telas dos novos MacBooks Pro de 14 e 16 polegadas. Segundo a Adobe, nesses equipamentos o software mostra as cores com mais riqueza. Além disso, o Photoshop será exibido diretamente em monitores compatíveis com HDR1.

Por fim, um dos recursos mais esperados do Photoshop está finalmente sendo lançado: a capacidade de copiar formas vetoriais do Illustrator e colá-las no Photoshop, mantendo seus atributos editáveis, grupos e camadas.

Illustrator

Entre as novidades do software de criação e edição vetorial está o aprimoramento dos efeitos 3D, os quais foram redesenhados com uma nova interface e apresentam novos recursos, como a aplicação de texturas a designs sem a necessidade de softwares 3D propriamente ditos.

O Illustrator para iPad também ganhou alguns novos recursos, começando com o Vectorize Technology Preview, o qual permite converter imagens desenhadas em gráficos vetoriais limpos.

Além disso, os pincéis agora permitem que usuários criem e apliquem pinceladas artísticas ou caligráficas em seus designs, tornando o Illustrator para iPad muito mais poderoso e aproximando-o um pouco mais da versão para desktops.

Também é importante destacar que a mistura de objetos chegou ao Illustrator para iPad pela primeira vez — funcionando de forma semelhante ao Illustrator para desktops. Outra novidade é a capacidade de transformar objetos em formas sem ter que ajustar manualmente os pontos de ancoragem individuais.

Como o Photoshop, o Illustrator também está ganhando uma nova capacidade de “Compartilhar para Comentários” para simplificar a colaboração.

InDesign

Não há muitas novidades para o InDesign desta vez, além do fato de o software agora suportar nativamente Macs com Apple Silicon. De acordo com a Adobe, isso resulta em uma melhoria de 59% no desempenho em relação aos Macs com Intel.

Abrir um arquivo com muitos gráficos agora é 185% mais rápido e o desempenho de rolagem em um documento com muito texto de 100 páginas melhorou em 78%, tornando o trabalho e a iteração em seus designs muito mais rápidos e eficientes.

No iPad, o InDesign também ganhou um novo painel de captura o qual “permite que designers criem temas de cores e formas vetoriais e encontrem recomendações de fontes diretamente no InDesign, para que possam se inspirar em qualquer imagem de seu documento”.

Premiere Pro e After Effects

O Premiere Pro está ganhando um novo recurso chamado Simplificar Sequência, o qual, como o nome sugere, permite criar uma versão limpa e simplificada de sua sequência atual removendo trilhas não utilizadas, efeitos e muito mais sem alterar o vídeo final.

Novidade do Premiere Pro

O recurso Conversão de Fala em Texto (Speech to Text) também foi atualizado com uma melhor transcrição da terminologia da cultura pop e formatação aprimorada de datas e números, portanto aqueles que usam esse recurso devem ver melhores resultados.

Com relação ao After Effects, a renderização multi-frame saiu da fase de testes e agora está disponível nativamente — segundo a Adobe, isso significa um desempenho 4x mais rápido, aproveitando ao máximo a CPU2.

Novidade do After Effects

Outros novos recursos do After Effects incluem Speculative Preview, uma nova técnica que renderiza automaticamente composições em segundo plano quando o sistema está ocioso; e o Composition Profiler, o qual destaca as camadas e os efeitos nos designs que têm o maior impacto no tempo de processamento e oferece a opção de otimizar seus projetos para uma renderização mais rápida.

Por fim, a versão beta do After Effects para Macs com Apple Silicon já está disponível para download.

Content Credentials

Content Credentials da Adobe

O Content Credentials (Credenciais de Conteúdo) é um novo serviço (em fase beta) para incorporar atribuição de criador a um conteúdo digital. Ele também foi projetado para ajudar a evitar informações incorretas apresentadas nas imagens e, por enquanto, é um recurso opcional na versão desktop do Photoshop.

Mais precisamente, o serviço rastreia o criador da imagem, os elementos usados em uma imagem e lista as edições em metadados seguros. Além disso, qualquer pessoa pode verificar a autenticidade da imagem e visualizar os metadados que o criador escolhe incluir por meio do site de autenticidade da conteúdo.


O plano da Creative Cloud com todos os apps (incluindo o Photoshop, o Illustrator, o InDesign, o Premiere Pro e o Acrobat Pro) custa R$224 por mês (com versões para empresas, estudantes e professores, e escolas e universidades). Há, ainda, a opção de assinar os aplicativos individualmente.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Página do cartão da App Store

Agora você pode comprar gift cards da Apple online no Brasil

Próximo Artigo

Vídeo: AirPods de 3ª geração — unboxing, hands-on e primeiras impressões

Posts Relacionados