O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Imagem hero do Apple One

Apple One Premier custará R$70 no Brasil; Fitness+, R$30

Sim: os preços são maiores do que imaginávamos…

No início da semana, noticiamos que o plano Premier do Apple One — o mais caro e completo entre os pacotes de serviços da Maçã — chegaria ao Brasil junto à estreia do Apple Fitness+ por aqui. À época, entretanto, ainda não sabíamos qual seria o preço cobrado pelo pacote.

Publicidade

Agora sim: de acordo com um comunicado da Apple à imprensa, atualizado hoje, o Apple One Premier sairá por R$69,50 mensais na nossa querida república.

O preço, inegavelmente, está um pouco acima do que estávamos imaginando — e, mais que isso, mostra uma taxa de conversão um tanto quanto vacilante da Apple. Vejam como essa taxa não é constante comparando os preços dos planos do Apple One nos Estados Unidos e no Brasil:

PlanosPreço nos EUAPreço no BrasilTaxa de conversão
Apple One IndividualUS$14,95/mêsR$26,50/mês1,77x
Apple One FamiliarUS$19,95/mêsR$37,90/mês1,9x
Apple One PremierUS$29,95/mêsR$69,50/mês2,32x

O fato é que, como já informamos, o Apple One Premier chegará por aqui (e a mais 14 países, incluindo Portugal) no dia 3 de novembro. O pacote inclui acesso ao Apple Music, Apple TV+, Apple Arcade, Apple Fitness+ e 2TB de armazenamento no iCloud+ — em alguns países, o pacotão inclui ainda acesso à plataforma de notícias Apple News+, mas como o serviço não está disponível em boa parte do mundo, ele fica de fora da oferta, naturalmente.

Apple Fitness+ custará R$30

A mesma atualização no comunicado de imprensa da Apple revelou, também, o preço avulso do Apple Fitness+ no Brasil. A plataforma de exercícios da Maçã custará, por aqui, R$29,90 mensais ou R$149,90 anuais.

A essa altura, você deve estar se perguntando o que aconteceu com os doces R$16,90 mensais que foram informados anteriormente pela imprensa tecnológica, incluindo o MacMagazine. Bom, o que acontece é que, pelo visto, nós caímos na pegadinha da sopa de letrinhas da Apple: uma versão anterior dessa página citava, nas notas de rodapé, um preço de “R$16,90 mensais após o período de testes gratuito”.

Notas de rodapé sobre o Apple Fitness+ (antes)
Antes
Depois

O que nós — e os outros veículos — não percebemos é que a nota de rodapé se referia ao Apple Music, e não ao Apple Fitness+. A Apple certamente percebeu que as letrinhas poderiam causar confusão, tanto é que alterou a frase na atualização da página: agora, o item 4 da nota de rodapé atesta claramente que os R$16,90 referem-se ao serviço de músicas, e não ao de exercícios.

De qualquer forma, é bom lembrar que, nos EUA, tanto o Apple Music quanto o Apple Fitness+ custam US$10 mensais. Ou seja, mais uma vez, a taxa de conversão da Maçã está ainda mais vacilante. Vejam abaixo:

ServiçosPreço nos EUAPreço no BrasilTaxa de conversão
Apple TV+US$4,99/mêsR$9,90/mês2x
Apple ArcadeUS$4,99/mêsR$9,90/mês2x
Apple MusicUS$9,99/mêsR$16,90/mês1,7x
Apple Fitness+US$9,99/mêsR$29,90/mês3x

Reajustes à vista?!

Isso já suscita a temida dúvida: será que, considerando as altas recentes do dólar, a Apple estaria planejando aproveitar a chegada do Fitness+ para reajustar o preço de todos os seus serviços no Brasil?

A esse ponto, ainda é impossível afirmar, mas nós ficaremos de olho, claro.

dica do Lim

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
MacBook Air rodando o FaceTime no macOS Monterey 12

Apple começa testes do macOS Monterey 12.1 [atualizado]

Próximo Artigo
Final Cut Pro e Logic Pro em novos MacBooks Pro

Efeito de "blooming" nos novos MacBooks Pro é quase imperceptível, dizem usuários

Posts Relacionados