O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Primakov / Shutterstock.com
Logo da Apple com dinheiro

Crise de chips e estoques baixos custaram US$6 bilhões à Apple, diz Tim Cook

E a empresa prevê que os problemas continuarão nos próximos meses

A Apple divulgou agora há pouco os resultados financeiros do seu quarto trimestre fiscal de 2021, e nós, claro, já cobrimos todos os principais anúncios e números da empresa no período. Mas as informações não param por aí: além da conferência de resultados financeiros, a CNBC ainda publicou uma entrevista com Tim Cook sobre os anúncios de hoje.

Publicidade

Na entrevista, uma informação se destacou: de acordo com Cook, a Apple deixou de faturar algo em torno de US$6 bilhões por conta das crises dos trimestres recentes, como a escassez no mercado de chips e as dificuldades de produção de vários produtos. Segundo o CEO1:

Nós tivemos uma performance muito forte, ainda que tenhamos sofrido dificuldades de fornecimento maiores do que o esperado — estimamos que [o prejuízo] tenha ficado em torno de US$6 bilhões. Os problemas de produção foram causados pela escassez de chips que afetou toda a indústria, além de problemas causados pela COVID e relacionados à manufatura de equipamentos eletrônicos no Sudeste Asiático.

De fato, mesmo com números positivos, a reação do mercado aos resultados financeiros da Apple não foi das mais animadoras: a $AAPL caiu cerca de 4% nas negociações after hours da NASDAQ.

Um fator que pode ter contribuído para a queda foi a decisão da empresa de não divulgar previsões para o seu próximo trimestre fiscal — justamente o mais importante do ano, que engloba as compras de fim de ano e os lançamentos de novas linhas de iPhones, iPads e Macs. Segundo a Apple, é imprudente divulgar previsões de resultados futuros num cenário de fabricação e fornecimento tão incerto.

Publicidade

O fato é que, como já notamos aqui, quase todos os produtos recém-lançados da Apple estão com problemas de estoques, alguns deles com previsão de envio dilatada a semanas ou mesmo meses. Na conferência de resultados financeiros, Cook afirmou que a Apple está “trabalhando febrilmente” para aumentar o ritmo de produção dos iPhones 13, e a empresa tem “boas perspectivas” em relação às demandas dos aparelhos.

Vejamos, portanto, como o cenário se desenhará nos próximos meses.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Gráfico apontado para cima

O 4º trimestre fiscal de 2021 da Apple em gráficos

Próximo Artigo
Dropbox

Suporte do Dropbox ao Apple Silicon só deverá chegar em 2022

Posts Relacionados