O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

MacBook Pro com Intel atinge 49ºC ao exportar vídeo; já o M1… [atualizado]

Um dos pontos de venda dos Macs com Apple Silicon mais profetizados pela Maçã é justamente a relação entre performance e consumo energético dos seus chips. Na prática, isso fez com que as ventoinhas fossem completamente removidas dos MacBooks Air; já nos Pro, o uso do sistema de refrigeração se tornou cada vez menos necessário.

Publicidade

A prova dessa eficiência energética é vista, naturalmente, durante o uso real das máquinas equipadas com os chips da Apple. Nesse sentido, um usuário compartilhou no Twitter sua experiência ao exportar conteúdos com o MacBook Pro Intel (i7) e outro com M1 (não especificado se Pro ou Max) Max.

Como destacado acima pelo usuário, ambas as máquinas estavam sob a mesma “carga de trabalho leve” durante certa de 1 hora — e já foi possível notar o quanto o MacBook com Intel estava mais quente (entre 24ºC e 29ºC) do que o modelo com chip M1 Max (entre 22ºC e 25ºC).

Foi após um processo de exportação no Final Cut Pro, porém, que foi possível ver a maior diferença do controle térmico entre as máquinas: enquanto o modelo com Intel atingiu 49ºC, o MacBook Pro com M1 chegou a 32ºC. Além disso, o usuário disse que o MacBook Pro com M1 Max terminou o processo de exportação muito mais rápido.

Publicidade

Embora não tenha sido comentado, é bem provável que o trabalho das ventoinhas no MacBook Pro com M1 Max também esteve bem abaixo do que no modelo com Intel, o que é ótimo durante fluxos de trabalho mais intensos em que as ventoinhas ficam ativas praticamente o tempo inteiro.

Eis a conclusão do usuário:

Fiquei muito desapontado nos últimos 5 anos de MacBooks Pro. Esse novo Apple Silicon, entretanto… definitivamente está mudando minha mente. Lembra da primeira vez que você mudou de HDD para SSD? Essa é a última vez que me lembro de uma colisão de desempenho a tal extremo.

Muito bom, concordam? 😉

Atualização24/11/2021 às 08:10

Como verificado por leitores, o usuário acima notou, posteriormente, que a nomenclatura usada para descrever o chip que equipa a máquina com Apple Silicon causou certa confusão — afinal, não existe um chip “M1 Pro Max”.

Publicidade

Ele confirmou, portanto, que o processador do MacBook Pro que “competia” com o modelo Intel é o M1 Max.


MacBook Pro de 14 polegadas (miniatura)
MacBooks Pro de 14″ e 16″ de Apple Preço à vista: a partir de R$24.299,10
Preço parcelado: em até 12x de R$2.249,92
Características: M1 Pro ou M1 Max
Cores: cinza espacial ou prateado
Lançamento: 2021

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Imagem de "Teerã"

Apple TV+: "Teerã" leva Emmy Internacional de melhor drama

Próximo Artigo
iPhone 13 Pro Max

Desvalorização do iPhone 13 é menor que a de antecessores, aponta pesquisa

Posts Relacionados