O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

#AppleToo: demitida rebate que Apple não tenta silenciar empregados

Acordo de não divulgação (non-disclosure agreement)
Shutterstock.com

Na semana passada, a idealizadora do movimento #AppleToo, Cher Scarlett, anunciou que estaria deixando a Apple após firmar um acordo com a empresa. A engenheira estava envolvida nos esforços a fim de promover maior igualdade salarial, mas enfrentou represália da equipe de recursos humanos da Maçã.

Publicidade

Novas informações do Business Insider indicam que, logo após firmar o acordo de desligamento, advogados da Apple tentaram fazer com que Scarlett assinasse um acordo de confidencialidade (non-disclosure agreement, ou NDA), para que ela potencialmente não revelasse mais detalhes sobre o caso.

Segundo Scarlett, parte do acordo continha até o que a Apple queria que ela dissesse sobre sua partida: “Depois de 18 meses na Apple, decidi que é hora de seguir em frente e buscar outras oportunidades.”

Scarlett, obviamente, se negou a assinar o acordo.

Publicidade

Em minha mente, devo ser capaz de dizer o que quiser, desde que não esteja difamando a Apple.

Scarlett compartilhou o acordo de confidencialidade oferecido a ela com a Nia Impact Capital, firma de investimento ativista que busca forçar um voto dos acionistas em torno da transparência nos NDAs da empresa. A Nia, por sua vez, informou à U.S Securities and Exchange Commission (Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos) que havia “recebido informações, fornecidas de forma confidencial, de que a Apple tentou usar cláusulas de ocultação no contexto de discriminação, assédio e outras reivindicações de violação de trabalho no local de trabalho”.

Em resposta às preocupações de investidores a respeito do uso de NDAs neste tipo de demissão, a Apple disse à SEC que sua política não envolvia o uso de tais cláusulas. Scarlett, contudo, contrapôs a Maçã com uma queixa de denúncia, incluindo uma cópia do acordo oferecido pela empresa — algo que afetará, inclusive, os pagamentos restantes que ela ainda tem a receber.

Scarlett já havia aberto uma reclamação na U.S. National Labor Relations Board (NLRB) por conta das interferências da empresa em coletar dados salariais de outros funcionários — reclamação essa que deveria ter sido arquivada junto ao acordo firmado da semana passada, mas ainda não foi concretizado.

Publicidade

De qualquer maneira, a Apple parece estar em maus lençóis quando se trata da sua relação com funcionários. Ficaremos, portanto, ligados para demais desenvolvimentos no caso.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ícone do 1Password no iPhone

Como ativar o preenchimento automático de senhas de apps [iPhone e iPad]

Próximo Artigo
Notificações de ameaça da Apple

Apple explica como funcionarão seus alertas sobre spywares

Posts Relacionados