O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

MacBook Air M1
Nanain / Shutterstock.com

MacBook Air M1 ganha performance “Pro” com truque simples

Você vai precisar de uma chave de fenda e alguns thermal pads

Se a sua ideia é adquirir um portátil da Apple com chip M1 (e não M1 Pro/Max), você tem duas opções: o MacBook Air ou o MacBook Pro de 13 polegadas — que, na teoria, já foi “superado” pelo modelo de 14″, mas continua à venda por ser uma opção intermediária no catálogo da Maçã.

Publicidade

Ambas as máquinas são bem parecidas em termos de especificações, com o mesmo chip M1 (com GPU 7 ou 8 núcleos, no caso do Air), mesmos 8GB ou 16GB de memória unificada e mesmos SSDs — que vão de 256GB a 2TB, dependendo da configuração. Entretanto, há uma diferença fundamental entre elas, a qual coloca o Pro um patamar acima em termos de performance: a ventoinha.

Mais precisamente, o Air traz um design sem refrigeração ativa que torna a máquina totalmente silenciosa mesmo sob as tarefas mais intensas — mas, por outro lado, impede (por conta do chamado thermal throttling) que sua performance chegue aos níveis do Pro M1, que tem uma ventoinha para chamar de sua (e, por isso, pode atingir níveis maiores de desempenho sem superaquecer).

Pois o engenheiro Siddharth Chaudhary, do canal do YouTube High on Tech, colocou a mão na massa para tentar equiparar a performance do Air em relação à do Pro M1 — e sua estratégia foi simples, envolvendo apenas alguns thermal pads (aqueles adesivos termocondutores, bem baratinhos, usados para dissipar calor) estrategicamente posicionados.

Mais precisamente, Chaudhary posicionou os thermal pads entre o heatsink do MacBook Air e a sua tampa inferior — isso fez com que a transferência de calor fosse muito mais efetiva, uma vez que a energia se transfere muito mais facilmente pelo material do adesivo do que pelo ar.

No caso do MacBook Air com GPU de 8 núcleos, a Apple incluiu uma esponja dissipadora de calor em alguns pontos da sua arquitetura interna. De acordo com o engenheiro, entretanto, ela não é de grande efetividade e pode ser removida/substituída pelos thermal pads — é importante ter em mente que isso pode cancelar a garantia do seu MacBook Air, então mantenha a esponja à mão para colocá-la de volta na máquina antes de acionar a Apple para um reparo ou coisa assim.

Publicidade

Mas e a pergunta que não quer calar… o mod deu resultado? Nas medições do YouTuber, sim: no benchmark CineBench, o MacBook Air com os thermal pads atingiu 7.718 pontos, contra 6.412 pontos da máquina inalterada. O MacBook Pro M1, por sua vez, atingiu 7.764 pontos no mesmo teste — ou seja, as duas máquinas apresentaram performance quase igual!

Naturalmente, é importante considerar os pontos negativos da estratégia — a começar pelo fato de que você estará usando a própria tampa inferior do MacBook Air como dissipadora de calor e, portanto, a parte exterior da máquina poderá ficar bem mais quente. De fato, o computador modificado registrou 59ºC na área mais quente sob tarefas intensas, contra 49ºC da máquina intocada.

Publicidade

A temperatura extra traz ainda uma preocupação em relação à bateria da máquina, mas Chaudhury especula que a modificação não trará problemas, uma vez que o calor fica localizado em uma parte específica do chassi, distante das peças, e é dissipado mais rapidamente. No MacBook Air “comum”, o calor é dissipado pelo ar entre toda a parte interna da máquina e, em teoria, afeta a bateria de forma mais contundente. Isso, entretanto, só poderia ser testado de fato com o uso da máquina modificada a longo prazo.

De qualquer forma, se você tem um MacBook Air M1 e quer dar uma performance extra à sua máquina, vale considerar a estratégia — por sua conta e risco, claro. 😜


MacBook Air (miniatura)
MacBook Air de Apple Preço à vista: a partir de R$11.699,10
Preço parcelado: em até 12x de R$1.083,25
Características: chip M1
Cores: cinza espacial, dourado ou prateado
Lançamento: 2020

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via Cult of Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhones 13 em loja

Apesar de retração do mercado, vendas de iPhones cresceram no 3º trimestre

Próximo Artigo
Miniatura do iPad mini de sexta geração

Oferta: iPad mini (6ª geração) por R$4.799!

Posts Relacionados