O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Mulher executiva segurando um iPhone 12 Pro Max
oatawa / Shutterstock.com

Promotora polonesa soube de iPhone invadido por alerta da Apple

Depois de anunciar que passaria a alertar usuários sobre possíveis ataques cibernéticos financiados por Estados, a Applecomeçou a notificar ativistas, pesquisadores e jornalistas em alguns países — os quais teriam sido alvos do spyware Pegasus, desenvolvido pelo NSO Group.

Publicidade

Agora, novas informações do ThinkApple [Google Tradutor] dão conta de que uma das pessoas notificadas foi a promotora polonesa Ewa Wrzosek. Segundo a reportagem, ela provavelmente foi o alvo de invasores depois de iniciar uma investigação sobre uma eleição presidencial em que milhões de zlotis (moeda polonesa) foram gastos sem comprovação.

Em seu tweet, ela pediu uma explicação ao Ministro da Justiça da Polônia, Zbigniew Ziobro:

Acabei de receber um alerta do @AppleSupport sobre um possível ataque cibernético em meu telefone por serviços governamentais. Com a indicação de que posso ser o alvo pelo que estou fazendo ou por quem sou. Vou levar o aviso a sério porque foi precedido por outros incidentes.
@ZiobroPL, é uma coincidência?

A ocorrência também forneceu mais detalhes (e contexto) sobre a notificação enviada pela Apple. Nesse sentido, a Maçã informou que os invasores estão atacando aquela pessoa individualmente por causa de quem ela é ou o ela que faz.

Publicidade

A empresa também ressaltou que “se o dispositivo for comprometido por um invasor patrocinado pelo Estado, eles podem acessar remotamente dados confidenciais, recursos de comunicação ou até mesmo a câmera e o microfone”.

Alguns ataques patrocinados pelo Estado não precisam de sua interação e outros dependem de enganá-lo para que você toque em um link malicioso ou abra um anexo em um email, SMS ou outra mensagem. Essas tentativas podem ser bastante convincentes, variando de atualizações de rastreamento de pacotes falsos até apelações emocionais feitas alegando que um membro da família está em perigo. Tenha cuidado com todos os links que você receber e não abra nenhum link ou anexo de remetentes inesperados ou desconhecidos.

Por fim, o alerta informou que os invasores provavelmente tentarão atacar o usuário por meio de outros canais, dispositivos e contas não associados à Apple, orientando a pessoa a buscar outras formas de assegurar sua privacidade e segurança.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Volkswagen

Apple perde chefe global de baterias para a Volkswagen

Próximo Artigo
Dinheiro (em reais)

Black Friday 2021: dicas imperdíveis em produtos Apple e eletrônicos em geral!

Posts Relacionados