O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Qualcomm lança nova geração de processadores topo-de-linha

Junto aos grandes saltos em performance e eficiência energética, a Qualcomm aproveitou o momento para mudar a nomenclatura do seu SoC
Snapdragon 8 Gen 1

Como de costume, a Qualcomm aproveitou a correria de final de ano para anunciar a sua próxima gerações de processadores móveis. Porém, quebrando a tradição, o novo processador traz uma nova nomenclatura: o Snapdragon 8 Gen 1 chega para substituir o Snapdragon 888 e deverá ser o padrão em smartphones Android de 2022.

Publicidade

O novo processador topo-de-linha da Qualcomm adota a arquitetura ARMv9 e foca em seis vertentes-chave: conectividade 5G, sensores de câmera, inteligência artificial, jogos, áudio e segurança.

O processador é equipado com 8 núcleos (alto desempenho e baixo consumo), rodando em até 3GHz, e é baseado na arquitetura de 4 nanômetros — sim, batendo os 5nm do A15 Bionic. Em tese, o novo chip tem uma performance 20% superior e um consumo energético 30% inferior que o Snapdragon 888.

Snapdragon 8 Gen 1

O novo sistema de imagem do SoC possui um ISP (processador de sinal de imagem) de 18 bits, com faixa dinâmica, cor e velocidades aprimoradas. Ele ainda conta com suporte a vídeos em 8K HDR1 (30 quadros por segundo) com captura de fotos de 64 megapixels de forma simultânea, ou a captura de 240 fotos de 12MP em um segundo, um novo mecanismo Bokeh que permite modo Retrato em vídeos, baixo consumo energético para tarefas como desbloqueio facial e tecnologia de renderização volumétrica.

A nova GPU Adreno promete maior desempenho gráfico com menor gasto energético (30% mais potente que a Adreno 660 do Snapdragon 888) — e que poderá ser muito útil junto à suíte para games Snapdragon Elite Gaming.

Publicidade

Em termos de áudio, o novo chip conta com suporte a áudio sem perdas; já em segurança, ele traz um novo Trust Management Engine e suporte ao Android Ready SE para chaves digitais de carros, carteiras de habilitação e mais.

Snapdragon 8 Gen 1

Talvez a parte mais importante no novo SoC seja o seu foco em inteligência artificial, trazendo desempenho 4x maior e que é capaz de avaliar em tempo real suas notificações e priorizar/organizá-las de acordo com sua importância.

Publicidade

Ainda nessa vertente, em colaboração com a Sonde Health, a Qualcomm integrou ao SoC tecnologia de reconhecimento de voz para detecção de problemas de saúde — como problemas de pressão, asma e até COVID-19.

Em termos de conectividade, o novo processador possui um modem Snapdragon X65 com suporte à rede 5G mmWave de 10 Gigabits, Wi-Fi 6 e 6E, Bluetooth 5.2 e tecnologia iSIM — que integra a rede celular diretamente no SoC, proporcionando economia de energia e eliminando a necessidade do uso de cartões Nano-SIM.

Por fim, o processador ainda conta com carregamento Quick Charge 5, capaz de recargas de mais de 100W e suporte para telas com taxa de atualização de 144Hz em resolução QHD+.

Publicidade

É esperado que o Snapdragon 8 Gen 1 integre boa parte dos smartphones Android topo-de-linha no próximo ano, começando com ofertas da Realme e da Xiaomi — então, já é bom ir se familiarizando com a nova nomenclatura.

Claramente a concorrência (principalmente da Apple, claro, mas não só dela — afinal até o Google agora tem um chip próprio, e não podemos esquecer da linha Exynos da Samsung) deve ter dado um empurrãozinho na Qualcomm, não? Mas é como sempre dizemos: quanto mais concorrentes, melhor. 😜

via TechCrunch

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Tela principal do Indie App Santa

Aplicativo retoma tradição de disponibilizar apps grátis no Natal

Próximo Artigo
Produtos Apple vermelhos (RED) no combate à AIDS

Apple e (RED) arrecadaram US$270 milhões no combate à AIDS

Posts Relacionados