O melhor pedaço da Maçã.

Facebook Protect chega ao Brasil para proteger contas visadas

A ideia é assegurar a integridade das contas de jornalistas, políticos e ativistas — especialmente durante o processo eleitoral do país
Facebook Protect

Para a maioria de nós, meros mortais, uma senha única (com alto grau de complexidade) combinada a uma autenticação de dois fatores sólida já é bem suficiente para nos proteger da maioria dos ataques e invasões online.

Publicidade

Isso não vale para todos, entretanto: pessoas públicas — especialmente de algumas áreas, como influenciadores, jornalistas, ativistas, políticos e funcionários de governos — podem ser alvos de ataques muito mais sofisticados e, por isso, requerem medidas de proteção também mais robustas, como a Apple sabe muito bem. Pois o Facebook Protect chegará ao Brasil (e a mais 50 países, incluindo Portugal) até o fim do ano justamente com esse propósito.

Facebook Protect

O programa, que foi testado inicialmente em 2018 e efetivado nos Estados Unidos durante as eleições presidenciais de 2020, tem como objetivo proteger pessoas e grupos no centro do debate público, especialmente durante períodos eleitorais ou de ameaças aos direitos humanos. Resumindo, o Facebook quer evitar novas acusações de interferir em eleições e permitir a influência de resultados, e o Facebook Protect é mais um passo nessa caminhada.

Vale notar que a funcionalidade não é opcional nem pode ser acessada por qualquer conta: a plataforma determina perfis e páginas com mais suscetibilidade de sofrerem ataques, e essas contas precisam aderir ao Facebook Protect dentro de um período para continuar operando. Do outro lado, não há um processo para “se candidatar” ao programa — a seleção ocorre apenas do lado da empresa.

Publicidade

Uma vez dentro do Facebook Protect, a conta terá um processo facilitado para aderir à autenticação dos dois fatores, e as pessoas que publicam naquela conta precisam ter um perfil com identidade própria, real. Segundo a Meta, empresa-mãe do Facebook, mais de 1,5 milhão de contas já estão usando os recursos de proteção.

Fica a torcida, portanto, para que a iniciativa dê certo por aqui — especialmente com as nossas eleições de 2022 vindo a galope e prometendo mais um cenário, digamos, insalubre.


Ícone do app Facebook
Facebookde Meta Platforms, Inc.
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple TV
Versão 473.0.0 (348.7 MB)
Requer o iOS 13.4 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App StoreCódigo QR Código QR

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple libera quartas betas do iOS 15.2, do iPadOS 15.2, do watchOS 8.3 e do tvOS 15.2

Próx. Post

Apple pretende cobrar taxa por compras fora da App Store

Posts Relacionados