O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Firefox ganha recurso de segurança no macOS e recomendações do Pocket no iOS

O modo de reprodução Picture-in-Picture do navegador também ganhou novidades
Firefox

Uma das maiores preocupações atuais das empresas de tecnologia gira em torno da segurança das suas plataformas. A Mozilla, criadora do Firefox, sabe muito bem disso, tanto é que acaba de atualizar o navegador desktop para a versão 95.0 com uma grande novidade nesse quesito.

Publicidade

Denominado RLBox, o novo recurso do navegador impede que bugs e vulnerabilidades de bibliotecas de terceiros acessem áreas específicas da memória do sistema. Criada em parceria com a Universidade da Califórnia, a funcionalidade sandbox consegue isolar módulos específicos do navegador, deixando todo o resto protegido.

De início, cinco módulos diferentes já estão sendo protegidos pela nova funcionalidade: o mecanismo de renderização de fontes Graphite, o verificador ortográfico Hunspell, o formato multimídia Ogg, o analisador XML Expat e formato de compressão de fontes Woff2.

Assim, caso algum desses módulos sofra com alguma vulnerabilidade, o RLBox impedirá que o restante do código-fonte do navegador seja atingido. O Firefox também não se preocupará em fazer alterações generalizadas no aplicativo, podendo se empenhar em resolver o problema diretamente relacionado ao alvo atingido.

Publicidade

A Mozilla deixou claro que o RLBox não poderá proteger todos os componentes do Firefox, embora esteja empenhada em estendê-lo para mais alguns no futuro. A empresa também espera vê-lo sendo utilizado por outros desenvolvedores.

Esperamos ver essa tecnologia entrar em outros navegadores e projetos de software para tornar o ecossistema mais seguro. O RLBox é um projeto autônomo planejado para ser muito modular e fácil de usar, e a equipe por trás dele gostaria de receber outros casos de uso.

Outros recursos

Além da função de segurança, o Firefox ganhou alguns outros recursos. Segundo a Mozilla, o uso da CPU1 foi reduzido no macOS, bem como o de energia em vídeos decodificados exibidos em tela cheia no sistema operacional da Maçã — o que deverá melhorar a experiência em sites de serviços de streaming, como Netflix e Amazon Prime Video.

Uma novidade para todos os sistemas operacionais é que agora é possível mover o botão de alternância do Picture-in-Picture (PiP) para o lado oposto do vídeo, opção que está disponível no menu de contexto do navegador.

Publicidade

Além disso, usuários de PCs com Windows poderão baixar o aplicativo diretamente pela Microsoft Store (no macOS, só é possível baixando o instalador DMG).

Firefox para iOS

Por fim, o Firefox para iOS ganhou recomendações de artigos e tópicos do serviço Pocket na homepage (apenas nos Estados Unidos e no Canadá).

Além disso, você pode ajustar o Firefox para que ele abra na página inicial após quatro ou mais horas de inatividade, e personalizar se quer abrir numa nova guia ou não.


Ícone do app Navegador web Firefox
Navegador web Firefox de Mozilla
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 96.0 (91.8 MB)
Requer o iOS 13.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Pesquisa Sensor Tower

Gastos com apps cresceram quase 20% em 2021

Próximo Artigo
culur

Promoções na App Store: culur, Build Your Palace, Image Crop e mais!

Posts Relacionados