O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Loja da Apple no Texas fecha após casos de COVID-19 na equipe

Em anonimato, alguns funcionários indicaram práticas pouco recomendáveis por parte da gerência da loja
Apple Southlake Town Square

O mundo pode estar vivendo dias melhores em relação ao que já viveu na pandemia de COVID-19, mas isso não significa — nem de longe — que as coisas estão resolvidas, especialmente considerando a taxa relativamente alta de pessoas que têm se recusado a tomar a vacina e as ameaças da variante Ômicron. Querem um exemplo? Pois deem uma olhada na página da Apple Southlake Town Square, na cidade de Southlake (Texas, Estados Unidos).

Publicidade

A loja, de acordo com a NBC News, foi fechada na última quarta-feira após a detecção de quatro testes positivos para a COVID-19 entre a sua equipe. Nos dias seguintes, outros 18 empregados também testaram positivo para o vírus, para um total de 22 infecções — a equipe tem um total de 151 funcionários.

Felizmente, não há casos graves entre as pessoas infectadas. Os funcionários com COVID-19 terão seus sintomas monitorados e passarão no mínimo 10 dias em isolamento, podendo voltar ao trabalho somente após 48 horas sem qualquer sintoma da doença.

Os testes positivos vieram poucos dias após a realização da Black Friday de 2021, que ocorreu no último dia 26. Segundo Jeff Miller, que trabalhou na loja por três anos, a data especial de compras registrou índices inéditos de visitação ao espaço; o funcionário expressou preocupações sobre a “incapacidade da loja de manter qualquer tentativa de distanciamento social” com as multidões, o que pode ter contribuído para a disseminação dos casos.

Publicidade

Se o risco ao qual os trabalhadores foram expostos não foi ruim o suficiente, pessoas ouvidas pela reportagem indicam que, na prática, as políticas de varejo da Apple em relação à COVID-19 não são lá muito reforçadas. Publicamente, a empresa diz que todos os empregados das suas lojas precisam responder questionários de sintomas antes dos seus turnos, e são orientados a ficar em casa caso sintam qualquer sintoma relacionado à doença.

Na prática, entretanto, parece que não é bem assim: três fontes anônimas ouvidas pela NBC News, que trabalham ou já trabalharam na loja, indicaram que seus gerentes encorajam a ida ao trabalho mesmo com sintomas da COVID-19. Em dois casos, a pressão para que os funcionários trabalhassem presencialmente continuou mesmo após os resultados dos questionários indicarem que eles deveriam ficar em casa.

Um funcionário de uma outra loja da Apple no sul dos EUA relatou ocorrências parecidas, sinalizando que a questão não parece estar localizada apenas na gerência da loja afetada. Some-se a essas pressões o fato de que a Maçã não exige mais o uso de máscaras nas suas lojas (a não ser em estados que seguem mantendo essa obrigação, o que não é o caso do Texas) e… bom, não dava para esperar nada muito diferente do que ocorreu.

Publicidade

O fato é que a Apple Southlake Town Square continuará fechada até o fim desta semana, e voltará a abrir apenas na próxima segunda-feira. Esperamos que todos fiquem bem e que casos como esse não voltem a se repetir, portanto.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Instagram Replay

Instagram lança Playback, sua retrospectiva do ano nos Stories

Próximo Artigo
Bateria estufada de Apple Watch

De novo: Apple é processada por baterias estufadas no Watch

Posts Relacionados