O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone 13 Pro Max entra em comparativo de fotos noturnas do DXOMARK

Apple, Xiaomi, Huawei, Vivo… quem será que levou a melhor?

O DXOMARK vive por aqui com seus testes rigorosos de câmeras, telas, alto-falantes e microfones de smartphones, mas de vez em quando o laboratório também faz comparativos entre diversos aspectos dos aparelhos que testa. Desta vez, os cientistas foram a campo para comparar a fotografia noturna de alguns dos principais flagships de 2021 — entre eles, o iPhone 13 Pro Max.

Publicidade

Contra o topo-de-linha da Maçã, o laboratório selecionou alguns dos demais aparelhos com as consideradas melhores câmeras do ano: o Huawei P50 Pro, o Xiaomi Mi 11 Ultra e o recém-lançado Vivo X70 Pro+. Todos os smartphones tiveram suas performances testadas com o modo Noite (ou equivalente) ativado e desativado, já que a ideia é analisar o desempenho não apenas do hardware dos aparelhos, mas também da chamada fotografia computacional.

Nas câmeras principais com o modo Noite ativado, o iPhone apresentou tons azuis menos saturados e uma maior taxa de contraste em relação aos demais, mas o DXOMARK selecionou a imagem do Vivo por conta da manutenção das cores do céu — segundo os cientistas, os dois smartphones chineses tiveram uma melhor relação textura/ruído do que o iPhone.

Na câmera ultra-angular, o aparelho da Vivo foi mais uma vez considerado o melhor, com exposição mais brilhante e maior alcance dinâmico. Já a teleobjetiva garantiu a primeira vitória ao iPhone, com nível de detalhe bastante superior na aproximação em 3x — quando a aproximação pulou para 5x, entretanto, o aparelho da Xiaomi acabou levando a melhor, por conta do sensor maior.

Outros modos foram testados sem a presença do iPhone, como um “modo super lua” presente nos demais aparelhos — vocês podem conferir todas as comparações no artigo original do DXOMARK.

Publicidade

No fim das contas, os cientistas afirmaram que, com a ajuda da inteligência artificial, todos os flagships atuais são capazes de tirar fotos noturnas deveras sólidas; analisando os pormenores da performance de cada um, entretanto, a conclusão é que o modo Noite da Vivo é superior ao da Apple em termos de textura e ruído, mas a Maçã é insuperável no quesito integração hardware/software — uma combinação de ambos os pontos positivos, portanto, seria o próximo passo na evolução por uma fotografia noturna ainda melhor em smartphones, segundo o laboratório.


Miniatura dos iPhones 13 Pro e 13 Pro Max
iPhones 13 Pro e 13 Pro Max de Apple Preço à vista: a partir de R$8.549,10
Preço parcelado: em até 12x de R$791,58
Cores: azul-sierra, prateada, dourada ou grafite
Capacidades: 128GB, 256GB, 512GB ou 1TB
Lançamento: setembro de 2021

Miniatura dos iPhones 13 e 13 mini
iPhones 13 e 13 mini de Apple Preço à vista: a partir de R$5.939,10
Preço parcelado: em até 12x de R$549,92
Cores: rosa, azul, meia-noite, estelar ou (PRODUCT)RED
Capacidades: 128GB, 256GB ou 512GB
Lançamento: setembro de 2021

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Pixelmator Photo chega ao iPhone

Próximo Artigo
"Severance"

Apple TV+ libera o teaser de "Severance", série de Ben Stiller

Posts Relacionados