O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Painel com cotações de criptomoedas como Bitcoin
PixieMe / Shutterstock.com

Coreia do Sul quer banir jogos de criptomoedas da App Store e do Google Play

Os títulos P2E são considerados, de acordo com a lei local, jogos de azar

A Coreia do Sul foi o primeiro país do mundo a passar, em agosto passado, uma lei “anti-App Store”, mas isso não significa que a mira dos reguladores locais está apenas na loja em si. Mais recentemente, de acordo com o Naver, as autoridades sul-coreanas pediram à Apple, ao Google e a outras empresas donas de plataformas digitais a remoção dos chamados jogos P2E (play-to-earn).

Publicidade

Caso você não seja familiar ao conceito, explicamos: P2E é uma categoria no universo dos jogos mobile cuja popularidade estourou recentemente e que, basicamente, paga criptomoedas ao jogador de acordo com o uso. Mais precisamente, os games são plataformas de blockchain nos quais os jogadores acumulam tokens não fungíveis (os famigerados NFTs) conforme avançam, podendo trocar esses tokens por moedas como Bitcoin ou Ethereum.

A questão é que, para obter essas NFTs, você geralmente precisa gastar dinheiro para começar a ganhar dinheiro nos jogos P2E — o que, segundo a Coreia do Sul, caracterizaria essa categoria como jogos de azar. Segundo a lei sul-coreana, um jogador pode receber somente um máximo de ₩10.000 (cerca de R$50) a cada sessão de jogo — mais que isso, e ele é considerado ilegal.

O Comitê de Gerência de Jogos (GMC), ligado ao Ministério da Cultura, Esportes e Turismo da Coreia do Sul, já está há algum tempo tentando tomar ações contra os jogos P2E. Inicialmente, o órgão tentou — sem sucesso — proibir que os títulos recebessem classificações indicativas, o que impedia a entrada deles nas lojas de apps. Agora, o GMC está fazendo sua investida diretamente nas lojas de apps.

Publicidade

Naturalmente, a movimentação do GMC não será aceita silenciosamente pelos desenvolvedores sul-coreanos: de acordo com o Business Insider, 6 das 10 ações mais bem-sucedidas na Coreia do Sul ao longo deste ano estão ligadas ao metaverso ou aos NFTs, o que indica que esse é um mercado que movimenta muito, muito dinheiro — e olha que ele só está engatinhando.

Apple, Google e demais empresas ainda não se pronunciaram sobre o assunto, mas acompanharemos os próximos capítulos dessa história.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Foxconn

Apple notifica fábrica da Foxconn na Índia após protestos

Próximo Artigo
Site do NSO Group no iPhone

Político da oposição na Polônia foi alvo do spyware Pegasus 33x

Posts Relacionados