O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

TechRadar
Powerbeats Pro

Powerbeats Pro são alvo de processo por bateria “enganosa”

Segundo consumidores, os fones possuem uma falha de design que atrapalha a sua recarga

Mais um dia, mais uma nova dor de cabeça para o departamento jurídico de Cupertino. Desta vez, o problema gira em torno dos Powerbeats Pro — ou, mais especificamente, de uma nova ação coletiva que alega um defeito de design nos fones da subsidiária da Apple que os impede de serem carregados corretamente, diminuindo o seu tempo de uso. As informações são do Law360.

Publicidade

A ação coletiva, movida na última quinta-feira na Corte Distrital do Sul de Nova York, afirma que as nove horas de bateria prometidas pela Apple para os fones não são reais — e o principal problema, segundo os reclamantes, está numa falha de design dos Powerbeats Pro que causa um deslocamento frequente dos fones em seu estojo de carregamento, impedindo que a bateria seja corretamente recarregada.

Os advogados de um dos dos autores da ação, Alejandro Vivar, afirmam que o contato entre os fones e o estojo é facilmente perdido, causando um carregamento inconsistente e a perda rápida da carga dos dispositivos. Com isso, segundo o processo, a Apple estaria cometendo fraude ao divulgar um tempo de bateria fora da realidade e não lidar com um problema de projeto do qual, segundo os reclamantes, a empresa já teria consciência.

Segundo a acusação, a alegação de que os Powerbeats Pro são resistentes a água e suor também seria enganosa, uma vez que o contato com o suor do usuário seria uma das causas de corrosão dos contatos de recarga, atrapalhando ainda mais a questão da bateria.

Publicidade

Os consumidores afetados pedem, no processo, a compensação pelas informações enganosas e o pagamento de danos, cujo valor não foi especificado. Caso a corte reconheça o mérito do processo como ação coletiva, consumidores de vários estados dos Estados Unidos — Nova York, Geórgia, Michigan, Montana, entre outros — poderão entrar como partes interessadas e receber o pagamento determinado pela justiça, caso a Apple saia derrotada.

A Maçã, claro, não se pronunciou sobre o assunto, mas vamos acompanhar os próximos passos dessa história. Algum dono dos Powerbeats Pro já notou esse problema?

Powerbeats Pro

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via Engadget

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Twitter

Twitter agora permite denunciar posts enganosos no Brasil

Próximo Artigo
Malware, vírus, ransomware

SysJoker: novo malware multiplataforma é identificado

Posts Relacionados