O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple e segurança
Shutterstock.com

Apple lança Guia de Segurança Pessoal com dicas de proteção física e virtual

Para todas as pessoas preocupadas com assédio, perseguição ou ameaças facilitadas pela tecnologia

Casos de perseguição, roubos e outros tipos de crimes (e tentativas) envolvendo o AirTag têm, infelizmente, se tornado comuns nas manchetes tecnológicas. A Apple tem empreendido esforços para conter esses maus usos do rastreador, como recursos de alerta e apps até mesmo para o Android, mas aparentemente eles não tem sido suficientes.

Publicidade

Pois hoje, de forma provavelmente relacionada, a empresa lançou o seu chamado Guia de Segurança Pessoal do Usuário (Personal Safety User Guide), uma nova página no seu site contendo dicas e orientações para que você possa manter a sua segurança, tanto física quanto online, com os produtos e serviços da Apple.

Personal Safety User Guide

O guia ainda não está disponível em português, mas é focado em todos os usuários que estão sofrendo (ou preocupados com a perspectiva de sofrer) abuso, perseguição ou assédio potencializados pela tecnologia. A ideia é destacar os recursos de segurança do ecossistema da Maçã e ajudar usuários a cortar laços com pessoas que eles querem bem longe das suas vidas.

Uma das páginas do guia traz uma série de passos para você analisar, nos seus dispositivos e ID Apple, determinadas configurações e recursos que, se ativados ou desativados, podem representar um risco. Elas incluem preferências de compartilhamento, localização, acesso ao iCloud, Compartilhamento Familiar, autenticação de dois fatores, acesso aos dispositivos do HomeKit e muito mais.

Publicidade

Há, também, uma seção específica dedicada ao AirTag e aos demais dispositivos conectados à rede Buscar. A página fala sobre os sons do AirTag, destaca o recurso de segurança que avisa caso um rastreador seja detectado lhe seguindo, e lembra que a Apple disponibiliza um aplicativo para Android que cumpre esse propósito.

No fim do Guia, a Apple oferece ainda algumas checklists para determinadas situações: uma para garantir que ninguém tenha acesso ao seu dispositivo e contas, outra para parar de compartilhar sua localização com outras pessoas e dispositivos, e uma terceira para encerrar o compartilhamento de arquivos e dados previamente enviados pelo Compartilhamento Familiar.

Excelente iniciativa, não?

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Joe Plumb, jovem que teve a vida salva pelo Apple Watch

Apple Watch salva jovem diabético em crise de hipoglicemia [atualizado: errata]

Próximo Artigo
Logotipo do AiryxOS

Novo clone do macOS promete rodar apps do sistema da Apple

Posts Relacionados