O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

AirPods Pro
Yasar Turanli / Shutterstock.com

Patente sugere que AirPods poderão reconhecer usuários

Os AirPods figuram hoje como uma das poucas linhas de produtos da Apple que ainda não conta com nenhum sistema de autenticação biométrica — compreensivelmente, afinal eles não passam de… fones de ouvido.

Publicidade

No entanto, novas patentes registradas nos Estados Unidos indicam que isso pode estar prestes a mudar. De acordo com o Patently Apple, a Maçã apresentou recentemente um novo pedido ao Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos EUA (USPTO, sigla em inglês) que sugere a adição de um sistema de biometria aos populares fones wireless.

Inicialmente, a Maçã explica como a ausência desse tipo de recurso em dispositivos como os AirPods pode ser um problema, já que qualquer pessoa pode usar os fones de alguém enquanto eles ainda estão conectados a um smartphone e, assim, ter acesso a notificações e outras informações pessoais por meio de assistentes virtuais como a Siri.

Nesse sentido, a companhia descreve dois possíveis métodos de autenticação: o primeiro sugere que os microfones e os vários sensores já existentes nos AirPods (como o giroscópio, por exemplo) sejam usados para identificar dados únicos de cada usuário, como características do andar e coisas similares.

Publicidade

Os dados de andar podem incluir, por exemplo, informações sobre as características de caminhada e/ou corrida de um usuário, assim como dados relacionados a passos, ritmo, passada e semelhantes. As dados de andar podem ser ainda comparados às informações de referência.

Outra possibilidade levantada pela patente seria a adição de uma espécie de sonar aos fones de ouvido. Assim, os dispositivos seriam capazes de detectar o formato do canal auditivo do usuário que, tal qual como nossas digitais, é único de pessoa para pessoa.

Variações na superfície do canal auditivo podem fazer com que o sinal ultrassônico seja refletido na superfície e gere um eco associado ao usuário. Por exemplo, alguém com um canal auditivo maior pode gerar um eco com um tempo de reverberação mais longo do que um usuário com um canal auditivo menor.

Desde a introdução do Touch ID, junto ao iPhone 5s, a Apple vem continuamente expandindo seus sistemas de autenticação pelos seus produtos ao longo dos anos. Hoje, tanto iPhones quanto iPads e Macs já contam com alguma forma de biometria, seja pelo próprio Touch ID ou Face ID.

Vale lembrar que, por se tratar de uma patente, não existe nenhuma garantia de que os AirPods venham a contar com algum tipo de biometria no futuro. O documento também não deixa claro se a novidade seria introduzida em uma nova geração dos fones ou simplesmente através de uma atualização de firmware, como visto no caso da chegada do Áudio Espacial, por exemplo — obviamente, se a biometria for feita utilizando um sonar, os fones precisarão de um novo componente de hardware para isso.

AirPods Max AirPods Pro AirPods (3ª geração)

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Betas do iOS 15, do iPadOS 15, do macOS Monterey, do watchOS 8 e do tvOS 15

Apple inicia testes do iOS 15.4, do iPadOS 15.4, do macOS 12.3, do watchOS 8.5 e do tvOS 15.4

Próximo Artigo
Face ID com máscara

iOS 15.4 permitirá usar o Face ID com máscaras; macOS 12.3 ganhará Controle Universal

Posts Relacionados