O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Kristi Blokhin / Shutterstock.com
FBI

FBI já considerou usar o spyware Pegasus

Além da agência, outros três órgãos americanos também consideraram utilizar o spyware, segundo o The New York Times

Uma nova reportagem divulgada hoje pelo The New York Times revelou que o FBI chegou a comprar uma versão especial do spyware Pegasus, desenvolvido pelo NSO Group.

Publicidade

Intitulada “Phantom”, a versão seria capaz de hackear números de telefone americanos mesmo após o governo de Israel exigir que a ferramenta não pudesse atacar números registrados no país aliado.

De acordo com o veículo, após a compra do Pegasus em 2019, a agência passou mais dois anos em discussão com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos sobre a possibilidade de usar ou não o spyware. Além do FBI, a Agência Antidrogas, o Serviço Secreto e as Forças Armadas dos EUA também chegaram a negociar com a empresa israelense.

Ainda de acordo com jornal novaiorquino, embora tenha desistido de usar qualquer ferramenta desenvolvida pelo NSO Group na metade de 2021, o FBI ainda tem posse do equipamento dedicado ao Pegasus em uma instalação da agência na cidade de Nova Jersey.

Publicidade

Na última quarta-feira, o NSO Group anunciou uma mudança de presidente logo após uma polêmica envolvendo o uso do Pegasus em cidadãos israelenses estourar — algo que a empresa considerava “impossível”.

Em novembro, a Apple processou o NSO Group por ataques com o spyware a usuários de iPhones.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple Music

TIM dá 6 meses de Apple Music para clientes pós e controle [atualizado]

Próximo Artigo
Murray Bartlett, Diane Lane e Yara Shahidi

Apple TV+: elenco de "Extrapolations" ganha novos integrantes

Posts Relacionados