O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple melhora SMS de autenticação em iPhones

Dando (ainda) um pouco mais de segurança aos usuários
Recurso de autocompletar códigos do Safari

Já faz uns bons anos que o iOS oferece o recurso de autocompletar códigos (ou autofill, para os íntimos). Para quem não está associando o nome à coisa, trata-se da funcionalidade que captura automaticamente o código de verificação recebido via SMS1 quando você faz login em algum site/app com autenticação de dois fatores ativa — basta tocar no código sugerido acima do teclado e ele é automaticamente preenchido.

Publicidade

Nós já falamos aqui sobre a complexidade embarcada em um recurso aparentemente tão simples para garantir a segurança dos usuários. Pois recentemente (e silenciosamente), a Apple começou a implementar novas regras para tornar essa funcionalidade ainda mais segura, como informou a Macworld.

Mais precisamente, em algum momento nos últimos meses, a Apple passou a exigir que, para funcionar com o autofill, as mensagens de texto contendo os códigos de verificação passassem a obedecer a um padrão específico, contendo parâmetros especiais para garantir que o usuário esteja de fato sendo conectado ao serviço que deseja acessar.

As duas imagens abaixo mostram a mensagem padrão antes e depois das mudanças:

O que são os parâmetros extras, então? O @ precede o domínio do serviço no qual o usuário está fazendo login, enquanto o # repete o código em formato padrão. O %, por fim, serve para sites e serviços que utilizem iframes (elementos HTML inseridos dentro de páginas) — o caractere precede a fonte do iframe em questão.

Publicidade

Mas qual a serventia disso tudo, afinal? Simples: trata-se de uma medida para (tentar) evitar golpes de phishing enviados por malfeitores. Por exemplo: aproveitando-se de alguma vulnerabilidade no site ou serviço, um golpista pode enviar uma mensagem no momento em que você tenta fazer login para lhe induzir a tocar num link malicioso — por exemplo, apple.golpista.com em vez de apple.com.

Com o novo padrão para SMS, a Apple ao menos garante que a sugestão de autopreenchimento do código surgirá apenas quando você estiver na página legítima do site/serviço que pretende acessar.

Publicidade

Não é a solução definitiva para evitar golpes de phishing — afinal de contas, você ainda poderá tocar no link malicioso e digitar o código manualmente —, mas fica o aviso: caso você tente fazer o login em algum site e o iOS não ofereça o código para preenchimento automático, é bom verificar se tudo está nos conformes, como o domínio do site acessado.

Boa melhoria, não?

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iMac e MacBook Air com macOS Monterey

Apple alerta usuários do Catalina sobre bug no macOS 12.3 beta

Próximo Artigo
"Pretzel e os Filhotes"

Apple TV+ anuncia mais uma série infantil: "Pretzel e os Filhotes"

Posts Relacionados