O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPad mini
blackzheep / Shutterstock.com

Vendas de iPads recuaram no último trimestre de 2021

A IDC divulgou recentemente sua pesquisa sobre o mercado global de tablets referente ao ano passado. De acordo com a firma, embora o setor continue em alta, a desaceleração da demanda e as dificuldades geradas pela escassez de componentes fizeram com que as vendas fossem afetadas nos últimos meses do ano.

Publicidade

Segundo o relatório, as vendas globais de tablets recuaram 11,9% no último trimestre de 2021 — reflexo da queda na demanda após o pico visto com o início da pandemia, em 2020. No total, 46 milhões de dispositivos foram vendidos durante todo o período.

A Apple viu as vendas de iPads diminuírem 8,6% no quarto trimestre de 2021, comercializando cerca de 17,5 milhões de dispositivos no período — contra 19,1 milhões de aparelhos no fim de 2020. Ainda assim, a Maçã segue no topo do ranking com invejáveis 38% de market share, um aumento em relação aos 36,6% registrados no quarto trimestre de 2020.

Samsung e Lenovo aparecem logo atrás da Maçã — as quais viram quedas ainda maiores nos últimos meses do ano, sendo que a gigante sul-coreana sofreu um recuo de 21,6%, enquanto a empresa chinesa teve um declínio de 25,4%. A Samsung terminou o ano com 15,9% de market share, enquanto a Lenovo fechou o trimestre com 10%.

Publicidade

Olhando para 2021 como um todo, a Apple comercializou 57,8 milhões de dispositivos — contra 53,3 milhões em 2020, o que representa um aumento de 8,4%. A Maçã também conseguiu expandir seu domínio do mercado no último ano, aumentando sua fatia de mercado de 32,6% em 2020 para 34,2% em 2021. A Samsung e a Lenovo vêm logo atrás com 18,3% e 10,5%, respectivamente.

Apesar da desaceleração do mercado nos últimos meses do ano passado, os números referentes a 2021 continuam em alta se comparados aos registrados no período pré-pandemia, segundo a pesquisa.

Embora 2021 tenha sido um ótimo ano para o mercado de tablets, as vendas começaram a desacelerar à medida que o mercado ultrapassou o pico de demanda em muitas regiões. No entanto, as remessas em um futuro próximo permanecerão acima dos níveis pré-pandêmicos, pois o ensino a distância, o trabalho remoto e o consumo de mídia continuam sendo prioridades para os usuários.

Anuroopa Nataraj, analista de pesquisas sênior da IDC

Vale notar que a Apple divulgou, na semana passada, os resultados do seu primeiro trimestre fiscal de 2022 — no qual os iPads tiveram uma receita de US$7,2 bilhões — uma queda de 14,2% em relação ao faturamento do mesmo período de 2021.

iPads Pro de 11″ e de 12,9″ iPad Air (5ª geração) iPad mini (6ª geração) iPad (9ª geração)

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Nubank Celular Seguro

Nubank lança seguro para iPhones e outros; confira os preços

Próximo Artigo
Gunpowder

Promoções na App Store: Gunpowder, Tales From The Crossing, Easy New File e mais!

Posts Relacionados