O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

FellowNeko / Shutterstock.com
Logo da Apple (MacBook Pro) e dinheiro ao fundo

Como a Apple conseguiria US$1 trilhão em receita até 2030?

A cada trimestre, a Apple registra ganhos estratosféricos que a colocam entre as empresas com uma das maiores receitas do planeta. Com isso em mente, as expectativas são de que ela atinja a marca de US$1 trilhão em receita anual até 2030.

Publicidade

De acordo com o professor da Universidade de Nova York, Scott Galloway, a companhia poderia atingir o marco com expansões em diversos segmentos, como: saúde, aquisições, educação, fitness, automotivo, entre outros. Para isso, porém, ela teria que investir ainda mais pesado em algumas áreas com pouca atenção atualmente.

Nesse sentido, Galloway recomenda o uso do Apple Pay e do Apple Card e seu capital para investir ainda mais em serviços bancários pro consumidor, como oferecer aos seus clientes uma conta completamente digital. Na opinião dele, isso poderia gerar um negócio de US$75 bilhões até 2030.

Ele também aponta a busca como um caminho viável para a expansão da existência do Safari — embora, inicialmente, a Apple possa perder bilhões de dólares por causa do acordo com o Google. Além disso, ainda que a Maçã não seja capaz de gerar a mesma receita de anúncios tanto quanto a gigante de Mountain View, espera-se que ela consiga US$5 bilhões com o negócio.

Publicidade

No campo da aquisição, Galloway sugere que a Apple adquira a Peloton, empresa de venda de bicicletas ergométricas. Para ele, a aquisição seria um sucesso — com o apoio da Apple, a Peloton poderia se tornar um negócio de US$20 bilhões até 2030. Outros US$20 bilhões poderiam ser ganhos acelerando seu sistema de automação residencial, cujo mercado atualmente gera US$80 bilhões.

Levando em consideração alguns de seus projetos futuros, o suposto “Apple Car” poderia gerar para a companhia mais de US$250 bilhões inicialmente, segundo o professor.

Ainda sobre os futuros recursos/serviços da Apple, Galloway também reflete que o Tap to Pay, o qual permitirá receber pagamentos com cartão em iPhones, também poderia atuar como um campo de expansão significativo. Por fim, um investimento de US$10 bilhões em data centers poderia acabar com sua dependência do Google e da AWS, gerando aproximadamente outros US$50 bilhões.

Publicidade

A análise completa, disponível nessa página, detalha alguns outros investimentos importantes; de qualquer forma, há uma boa chance de que o “plano” proposto pelo professor não funcione devido à complexidade da atuação da Apple — no entanto, isso não deixa de ser uma boa análise para avaliarmos quais caminhos a companhia poderia seguir para aumentar ainda mais as suas receitas.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Truth Social, rede de Donald Trump

Rede de Trump, Truth Social chega à App Store dos EUA com problemas

Próximo Artigo
Apple Morumbi

Apple Morumbi volta a funcionar em horário normal

Posts Relacionados