O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Google Drive marca arquivo comum do macOS como pirataria

Usuários receberam notificações de que o arquivo está violando direitos autorais alheios — o que não é o caso, claro
Google Drive
Mongta Studio / Shutterstock.com

Se você recebeu algum email do Google Drive nos últimos dias apontando a ocorrência de violação de direitos autorais entre os seus arquivos salvos na nuvem, nada tema: o problema, pelo visto, está numa simples falta de dialogo entre a plataforma e o macOS.

Publicidade

Como informou o Bleeping Computer, toda a questão gira em torno dos chamados .DS_Store, arquivos comumente ocultos que servem para registrar atributos específicos de pastas — basicamente qualquer diretório do macOS tem um desses, você só não o enxerga. Ao fazer o upload de uma pasta para um serviço externo, entretanto, ele vai para a nuvem junto com todos os seus arquivos “visíveis”.

Por conta desse arquivo aparentemente inofensivo, alguns usuários do Google Drive que fazem backups de determinadas pastas (ou das suas máquinas inteiras) do macOS afirmaram ter recebido, nos últimos meses, emails da plataforma alertando sobre uma “violação nos termos de serviço” — mais precisamente, um arquivo que estaria violando direitos autorais alheios.

Esse é um alerta comumente recebido por usuários que hospedam pirataria no Google Drive, já que a plataforma tem sistemas automáticos de escaneamento de arquivos para detectar conteúdo protegido por copyright. O problema é que os arquivos .DS_Store, naturalmente, não violam coisa nenhuma.

Publicidade

Ainda não há informações específicas sobre o que está causando o problema, mas acredita-se que a questão gire em torno de hashes (identificadores) semelhantes entre o arquivo do macOS e arquivos conhecidos de pirataria que circulam na internet. Em janeiro, usuários já haviam sofrido um problema parecido, mas com arquivos que continham algumas sequências específicas de números em seus nomes.

O Google disse já ter agido sobre o problema de janeiro, mas a falha do .DS_Store ainda está ativa. Não parece ser uma coisa que afeta um grande número de usuários, mas se você receber um email de violação de direitos autorais da plataforma, já sabe qual o problema — e não precisa se preocupar, a princípio.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Nomad

Agora é possível usar o cartão da Nomad em 40 países!

Próximo Artigo
Kanye West

Kanye West recusa proposta de US$100 milhões do Apple Music

Posts Relacionados