O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone em caixas

Mais um homem é preso por esquema de fraude de iPhones

Ele foi condenado a um ano de prisão e uma restituição de mais de US$500 mil à Apple

No mês passado, falamos aqui sobre um esquema de fraude de iPhones que causou um prejuízo estimado em US$1 milhão à Apple e resultou na prisão de um dos seus operadores. Pois o caso continua rendendo: de acordo com o Law360, mais uma pessoa envolvida com o golpe foi presa recentemente nos Estados Unidos.

Publicidade

O mais novo condenado é Teang Liu, homem de nacionalidade chinesa que mora em Virginia (Estados Unidos). Ele foi condenado a um ano de prisão após se declarar culpado na Corte Distrital de Columbia, no mês passado, pelo crime de conspiração. Liu também foi ordenado a restituir a Apple em US$578 mil, além de pagar uma multa de US$58 mil.

Segundo os relatos dos envolvidos, Liu — que se mudou para os EUA em 2011 e obteve um mestrado em finanças na Universidade George Washington, em 2014 — foi recrutado para participar do esquema em 2016 por Haiteng Wu, justamente o homem condenado no mês passado.

Na operação, os fraudadores recebiam cargas com centenas de iPhones falsificados de Hong Kong, todos com IMEI1 válidos e números de série roubados de aparelhos reais, dentro da garantia. Eles enviavam, então, os iPhones falsos à Apple afirmando que os aparelhos estavam inoperantes, e recebiam de volta aparelhos novos, autênticos — que eram imediatamente enviados de volta a Hong Kong para venda no mercado paralelo.

Liu, especificamente, participou do esquema utilizando identidades falsas (entregues por Wu) para receber e abrir as caixas dos iPhones falsificados, além de levar os aparelhos até as lojas e assistências da Apple em diversos pontos dos EUA, para facilitar as fraudes.

Publicidade

As três pessoas envolvidas no esquema — Liu, Wu e Jiahong Cai, esposa de Wu — foram detidas em 2019 e aguardavam julgamento. Wu, como sabemos, foi condenado a 26 meses de prisão, enquanto Cai foi condenada a 5 meses de serviço comunitário. Os três se declararam culpados à corte.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Testes de página de dados do contato

WhatsApp já está liberando nova interface pra tela de contatos

Próximo Artigo
Mulher escrevendo ao lado de um MacBook Pro

Temos uma vaga de estágio remunerado na redação do MM!

Posts Relacionados