O melhor pedaço da Maçã.

Jogo de estratégia Total War: MEDIEVAL II chegará ao iPhone

Forme sua nação, avance seu exército e conquiste territórios — tudo na palma da mão
Total War: Medieval II para iOS e Android

A franquia Total War, conhecida por seus jogos de estratégia e com mais de 20 anos de história, já tem vários representantes no universo da Apple. Pois em breve, mais um título da série chegará aos iPhones e iPads do mundo — Total War: MEDIEVAL II.

Publicidade

As desenvolvedoras Feral Interactive e Creative Assembly anunciaram hoje que o jogo, lançado originalmente para PCs com Windows em novembro de 2006 (e para macOS e Linux em 2016), chegará ao iOS e ao Android no dia 7 de abril, com direito a todas as características e recursos do jogo original — como as 17 facções jogáveis, o gerenciamento de assentamentos e o gigantesco mapa, que cobre desde partes da Europa Ocidental até o Oriente Médio.


Desculpe, app não encontrado.

Para quem não conhece muito bem a franquia, Total War: MEDIEVAL II coloca o jogador em campanhas militares pela Idade Média, com a responsabilidade de desenvolver uma nação, conquistar territórios, exercer diplomacia e subjugar inimigos. O gameplay traz um misto de batalhas em tempo real e jogadas baseadas em rodadas, nas quais a estratégia empregada faz toda a diferença.

Publicidade

Obviamente, a interface e os controles do jogo foram totalmente adaptados para as telas sensíveis ao toque de iPhones e iPads. No caso do tablet, você também pode usar seu combo de teclado e mouse/trackpad compatível para rememorar o título clássico.

Total War: MEDIEVAL II já está em pré-venda na App Store, por R$85. Atente-se para a compatibilidade do título: no caso dos iPhones, ele roda nos modelos 6s e superiores (além dos SE), enquanto apenas o iPod touch de sétima geração é suportado. Nos iPads, o jogo roda no mini de quarta geração ou superior, Air de segunda geração ou superior, no iPad “comum” de quinta geração ou superior e em qualquer iPad Pro.

via iMore

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

STJ julga que Erro 53 dos iPhones não configura dano coletivo

Próx. Post

Slack ganha novo layout e recursos de acessibilidade no iPad

Posts Relacionados