O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Amie é um app de calendário com um ar de rede social

Amie

Calendários são ótimas ferramentas para nos mantermos organizados e em dia com nossos afazeres. E, de fato, existem diversos aplicativos por aí com propostas bem bacanas nesse sentido.

Publicidade

Entretanto, hoje vamos falar sobre o Amie, um aplicativo com uma proposta mais colaborativa e que promete ser a melhor opção para equipes se manterem em sincronia.

O app possui uma interface superbacana e polida. Com ele, é bem simples criar tarefas e eventos, organizá-las por cores e adicionar convidados. Também é possível compartilhar calendários com a sua equipe e manter-se em dia do que cada um está fazendo.

O app é muito baseado na criação de tarefas, as quais podem facilmente ser adicionadas ao calendário ou conferidas separadamente, em forma de lista.

Publicidade

O Amie também tem um quê de rede social, com avatares para cada pessoa e até uma página de perfil. Por lá, é possível ver o que a pessoa está fazendo no momento, receber um lembrete sobre o seu aniversário, adicionar notas e até conferir quando foi a última vez que vocês estiveram juntos. Na aba inicial, é possível conferir eventos criados recentemente, como em um feed de atividades.

É possível definir lembretes recorrentes, acionar atalhos de teclado e compartilhar a sua disponibilidade com alguém. O app também conta com widgets e integração com serviços de terceiros, como compartilhar a música que está ouvindo no momento no Spotify ou exibir um perfil no Twitter, por exemplo.

O Amie atualmente funciona somente com contas do Google na web, no iOS, no macOS e no Windows. No iPhone, o app foi desenvolvido para ser usado com uma mão, localizando todos os botões e gestos importantes na parte inferior da tela. Suporte a contas do Outlook e ao Android já estão sendo trabalhados.

A empresa está lançando seu aplicativo nesta semana, e usuários já podem se inscrever na lista de espera. O Amie é grátis para uso pessoal (com algumas limitações), mas empresas deverão desembolsar US$10 por usuário para usufruir dos calendários compartilhados.

via TechCrunch

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple Studio Display com Mac Studio M1 Ultra ao lado

Executivos detalham o Mac Studio e o Studio Display

Próximo Artigo
Posture Pal

App Posture Pal utiliza os AirPods para melhorar a sua postura

Posts Relacionados