O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Teste de queda: iPhone 13 Pro Max vs. Galaxy S22 Ultra

iPhone 13 Pro Max vence S22 Ultra em teste de queda; novo SE também é resistente

Cuidado: imagens fortes!

No mês passado, vimos por aqui o iPhone 13 vencer a família do Galaxy S22 num teste de queda. Mas e o (muito mais pesado) iPhone 13 Pro Max, será que tem a mesma sorte? Felizmente, o pessoal do PhoneBuff chegou para sanar as nossas dúvidas.

Publicidade

O canal colocou os dois atuais flagships máximos da Apple (iPhone 13 Pro Max) e da Samsung (Galaxy S22 Ultra) no seu tradicional teste automatizado, no qual um robô garante condições iguais a ambos os aparelhos em uma série de “quedas” seguidas, em diferentes posições e alturas.

O aparelho da Samsung (que é revestido do novo Gorilla Glass Victus+) já encontrou sua primeira rachadura na primeira queda: um trinco quase imperceptível na sua traseira, entre uma das câmeras e a moldura de alumínio. O iPhone, por sua vez, sobreviveu normalmente às duas quedas iniciais, apenas com danos cosméticos na lateral de aço inoxidável.

A terceira queda — com a tela virada para o chão — quebrou os revestimentos de ambos os aparelhos, mas os danos foram mais agudos no aparelho sul-coreano: além do vidro mais rachado, o leitor de digitais do S22 Ultra, integrado à tela, também deixou de funcionar. Aparentemente, o Face ID ainda tem suas vantagens. 😛

Publicidade

Nas quedas subsequentes, os aparelhos seguraram a onda relativamente bem: nenhum deles deixou de funcionar por completo, mas o iPhone manteve-se mais íntegro. O vidro do S22 Ultra foi muito mais danificado, provavelmente pela sua curvatura; além disso, a S Pen do dispositivo simplesmente ficou presa na sua cavidade. Vitória, portanto, do iPhone 13 Pro Max — 39 contra 34 pontos.

E o novo iPhone SE?

Enquanto os iPhones 13 vão (relativamente) bem nos testes de queda, a dúvida agora volta-se ao novo iPhone SE. Como bem se sabe, o recém-lançado aparelho de entrada da Maçã *não* é revestido com o mesmo vidro Ceramic Shield dos seus irmãos mais caros — a Apple limitou-se a afirmar que o aparelho tem “o vidro mais durável em um smartphone”, o que não quer dizer muita coisa… e suscitou algumas dúvidas sobre a sua capacidade real de sobreviver a impactos.

A boa notícia é que, de acordo com o pessoal da Allstate Protection Plans, não há muito com o que se preocupar: o novo iPhone SE teve um desempenho bem parecido com o da família do iPhone 13 nas quedas testadas pelo grupo.

Publicidade

As duas quedas de 1,8m, realizadas com a tela para baixo e com o impacto concentrado na lateral, não geraram nada além de pequenos danos cosméticos no novo SE. O novo aparelho da Maçã, entretanto, teve sua traseira quebrada quando sofreu a queda com a parte de trás virada para o chão — algo que não ocorreu com os iPhones 12 e 13.

Teste de queda do novo iPhone SE

Como todos os iPhones têm o mesmo vidro na traseira, a Allstate acredita que o resultado do novo iPhone SE tenha mais a ver com sorte do que qualquer outro fator de resistência — os testadores especulam que as laterais retas dos iPhones 12/13 podem ser mais efetivas na proteção dos vidros dos aparelhos, mas essa é apenas uma suposição.

No fim das contas, o veredito é: não, o novo iPhone SE não é significativamente mais frágil que seus irmãos mais caros. Ainda assim, vidro quebra — portanto, a melhor opção para a sua paz de espírito sempre será uma boa capinha… e/ou uma garantia estendida do AppleCare+, claro.

Publicidade
iPhones 13 Pro e 13 Pro Max iPhone SE

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
App MacMagazine, versão 4.4.3

Saiu mais um pequeno update do nosso app!

Próximo Artigo
Cena de "CODA"

"CODA" leva prêmio dos produtores, maior termômetro do Oscar

Posts Relacionados