O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Ícone do Google Chrome

Update emergencial do Chrome corrige falha grave de segurança

Se você usa o navegador no Mac ou PC, é bom atualizar logo

O Google liberou, no último fim de semana, uma atualização emergencial para o Chrome no macOS, no Windows e no Linux. O objetivo é corrigir uma falha de segurança grave detectada pelos pesquisadores da empresa — um bug do tipo zero-day, que, segundo a empresa, foi utilizado por invasores para ataques no mundo real.

Publicidade

A versão 99.0.4844.84 do navegador já corrige a vulnerabilidade, e você pode atualizar manualmente nas configurações do Chrome — no geral, entretanto, o browser é atualizado automaticamente e tudo o que você precisa fazer é reiniciá-lo para ter a atualização aplicada. Para conferir que versão você está rodando, basta clicar no nome do aplicativo na barra de menus e selecionar a opção “Sobre o Google Chrome”.

O Google — compreensivelmente — ainda não deu muitos detalhes sobre a falha, identificada como CVE-2022-1096. Sabe-se, entretanto, que ela está relacionada ao motor de renderização V8, do JavaScript, e a um bug do tipo type confusion, que surge quando um excesso de leituras e gravações de dados causa uma sobrecarga nos processos da aplicação e abre uma brecha para invasores executarem código no software.

De acordo com a empresa, mais detalhes sobre a vulnerabilidade serão liberados quando um grande número de usuários do Chrome já tiver atualizado seus navegadores. O Google vai analisar também se a falha está presente em bibliotecas e projetos de terceiros relacionados ao Chromium — caso este seja o caso, os detalhes sobre a falha poderão ficar guardados por ainda mais tempo.

Publicidade

De qualquer forma, para os usuários finais, a atualização imediata é recomendada. Não deem bobeira!

via Bleeping Computer

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPad Pro

iPad Pro com MagSafe e chip "M2" poderá chegar no fim do ano

Próximo Artigo
EarPods e carregador do iPhone

Cliente não receberá indenização por iPhone sem carregador

Posts Relacionados