O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Tim Cook

Mulher que perseguia Tim Cook aceita nova ordem de restrição

Em janeiro, comentamos aqui sobre um caso bizarro de perseguição envolvendo Tim Cook, o CEO1 da Apple. Na época, o executivo estava sendo assediado há mais de um ano por uma mulher que alegava ser sua esposa e que frequentemente o enviava imagens de armas de fogo e munições.

Publicidade

Naquela ocasião, a Apple havia conseguido uma ordem de restrição que obrigava Julie Lee Choi, de 45 anos, a manter distância de Cook e de qualquer outro funcionário da Apple, além de proibi-la de possuir armas.

Nesta semana, segundo o MarketWatch, a mulher concordou em manter distância do executivo por mais três anos em uma audiência no Tribunal Superior do Condado de Santa Clara, na Califórnia. Essa condição foi negociada pela própria Apple e livra a acusada de cumprir pena na prisão pelos crimes de perseguição e chantagem.

Além da ordem de restrição, a acusada também se comprometeu a não se comunicar com o executivo por quaisquer meios eletrônicos, incluindo por email e pelo Twitter.

Publicidade

Segundo a defesa de Cook, a mulher chegou a enviar mais de 200 emails para o endereço pessoal do executivo. Em algumas mensagens, ela pedia para ter relações sexuais com o executivo, além de solicitar quantias milionárias em dinheiro para “perdoá-lo”.

Em outra ocasião, Choi chegou a invadir a residência de Cook em Palo Alto, dizendo que gostaria de falar com o executivo. Após resistir a abordagem dos seguranças, a mulher foi detida pela polícia ao tentar fugir.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
7 bilhões de áudios no WhatsApp

Usuários enviam 7 bilhões de áudios no WhatsApp por dia

Próximo Artigo
NuPay, sistema de pagamentos online do Nubank

NuPay: Nubank lança serviço de pagamento para compras online

Posts Relacionados