O melhor pedaço da Maçã.

YouTube liberará PiP para usuários do iOS 15 nos próximos dias [atualizado]

Os testes do recurso enfim foram encerrados — mas ainda há perguntas a serem respondidas
Tada Images / Shutterstock.com
YouTube

Ao longo dos últimos anos, a saga do YouTube com o recurso Picture-in-Picture (ou PiP, para os íntimos) do iOS/iPadOS tem sido, digamos, rocambolesca. O serviço passou anos sem oferecer suporte ao recurso no iPad, e quando a Apple introduziu a funcionalidade nos iPhones, no iOS 14, o Google passou a fazer uma série de testes aleatórios, “ligando” e “desligando” o suporte diversas vezes para usuários do YouTube Premium.

Publicidade

Agora, pelo visto, parece que a novela há de acabar: respondendo a um usuário no Twitter, a equipe do YouTube anunciou que os testes foram encerrados e o recurso de Picture-in-Picture será liberado para todos os dispositivos rodando o iOS 15 “nos próximos dias”.

https://twitter.com/teamyoutube/status/1513174475612856324

Segundo a lista de recursos experimentais do YouTube, os testes do PiP foram definitivamente encerrados no último dia 8. Usuários que tentaram reativar a funcionalidade no app após essa data receberam um aviso de que “o recurso que você está tentando ativar foi desligado”, o que gerou suspeitas de que o Google teria matado definitivamente o suporte ao PiP para os usuários que não tivessem ativado nada anteriormente. Felizmente, não é o caso.

Ainda não se sabe, entretanto, se a chegada definitiva do PiP continuará sendo restrita a usuários do YouTube Premium ou se funcionará com todos os usuários da plataforma. A primeira opção, entretanto, é mais provável — afinal de contas, a possibilidade de assistir a vídeos enquanto se faz outra coisa no smartphone é um dos principais chamarizes da versão paga do YouTube (no Android, por exemplo, o PiP só funciona com os usuários pagantes).

Publicidade

Por outro lado, em fevereiro último, o Google afirmou em nota ao MacRumors que pretendia lançar o PiP para todos os usuários do iOS *sem* uma assinatura do YouTube Premium… nos Estados Unidos. Ou seja, as perguntas continuam — e só os próximos dias dirão quais serão as suas respostas.

via MacRumors

Atualização, por Luiz Gustavo Ribeiro11/04/2022 às 15:53

A novela continua, meus amigos.

Publicidade

De acordo com uma atualização publicada pelo MacRumors, o YouTube esclareceu que a disponibilidade do PiP se referia ao YouTube TV — serviço atualmente disponível apenas nos Estados Unidos — e *não* ao aplicativo YouTube geral. Segundo a plataforma, o PiP está disponível atualmente apenas para usuários Premium em dispositivos Android.

Como muito bem dito pelo repórter Mark Gurman, o lançamento do PiP para iOS é uma das situações mais bizarras da empresa, uma vez que um recurso relativamente tão simples não devia ter uma implementação tão confusa e morosa.

Veremos quando isso acontecerá, portanto — se é que vai.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Vendas do iPad Air de 5ª geração são liberadas no Brasil [atualizado]

Próx. Post

“Run, Bambi, Run”: Apple anuncia seu novo podcast original

Posts Relacionados