O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

WhatsApp em um iPhone
Diego Thomazini / Shutterstock.com

MPF pede para WhatsApp adiar o lançamento das Comunidades

O Ministério Público Federal (MPF) deu ao WhatsApp um prazo de dez dias para que o mensageiro responda sobre a possibilidade de adiar o lançamento do recurso Comunidades, anunciado na semana passada, para o início de 2023. Segundo as informações, o pedido cita preocupações com as eleições presidenciais no fim do ano.

Publicidade

Além do prazo, o órgão explica no ofício enviado ao WhatsApp que a novidade, embora seja útil, poderá ser usada por grupos antidemocráticos em atos golpistas. Para sustentar a preocupação, o MPF relembra a invasão do Capitólio, sede do Congresso dos Estados Unidos, por apoiadores do ex-presidente Donald Trump no início de 2020. O episódio, vale notar, foi incitado pelo próprio republicano.

O MPF ressalta que o lançamento do recurso pode “aumentar a possibilidade de viralização de conteúdos”, comprometendo as medidas contra a disseminação de notícias falsas adotadas pelo próprio WhatsApp desde 2018.

Com isso, as Comunidades — que permitem a criação de até 256 grupos e o encaminhamento de mensagens para até 2.560 contatos de uma só vez — só seriam liberadas no Brasil após a cerimônia de posse, marcada para 1º de janeiro de 2023. O recurso já vem sendo disponibilizado em outros países de forma gradual.

Publicidade

Na semana passada, logo após anunciar a chegada do recurso, o WhatsApp reafirmou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sua intenção de lançá-lo apenas depois do segundo turno das eleições — ainda sim, antes da posse presidencial.

O movimento provocou críticas do presidente Jair Bolsonaro, que considerou a medida “inadmissível” em uma motociata em São Paulo, na última sexta-feira (15/4). Bolsonaro ainda prometeu que o adiamento não seria cumprido e que solicitaria uma reunião com o WhatsApp.

Em resposta à Reuters, o TSE esclareceu que a iniciativa de adiamento das Comunidades partiu do próprio mensageiro, e não de um acordo com o órgão.


Ícone do app WhatsApp Messenger
WhatsApp Messenger de WhatsApp Inc.
Compatível com iPhones
Versão 22.11.73 (135.4 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via O Globo

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Caixa de MacBook Pro

Irmãos que roubaram 800 MacBooks são condenados nos EUA

Próximo Artigo
Mouse vertical Logitech Lift

Logitech lança Lift, mouse vertical sem fio de "baixo custo"

Posts Relacionados