O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

MacBook Pro
Jack Skeens / Shutterstock.com

Produção de MacBooks Pro é retomada na China; fabricação de iPhones é intensificada [atualizado]

Após várias semanas sofrendo com os sucessivos lockdowns impostos pelo governo chinês devido ao avanço do novo Coronavírus (COVID-19) no país, a Quanta Computer, uma das maiores montadoras da Apple, está retomando gradualmente a produção de MacBooks, de acordo com uma reportagem do DigiTimes.

Publicidade

Segundo as informações obtidas pelo veículo, a Quanta está recebendo cada vez mais pedidos para a sua fábrica em Xangai, o que deverá implicar na redução dos prazos de entrega para MacBooks Air e Pro (principalmente).

Embora a produção desses Macs esteja sendo retomada, os problemas de fornecimento ainda deverão afetar as vendas de alguns modelos nos próximos meses. Na semana passada, durante a divulgação dos resultados do segundo trimestre fiscal de 2022, a Apple confirmou que os lockdowns na China, o aumento do preço de componentes e até a escassez de semicondutores tornaram difícil para a empresa atender à alta demanda do mercado.

Produção de iPhones é intensificada

A fábrica da Foxconn localizada em Zhengzhou, principal base de produção de iPhones, iniciou uma grande campanha de recrutamento para reforçar a sua força de trabalho na linha de fabricação dos iPhones 13. As informações são do UDN.

Publicidade

A campanha de contratação nesse momento é incomum — já que estamos em um período considerado de “baixa temporada”. Normalmente, a Foxconn abre as contratações para a produção de novos iPhones entre meados de junho e julho.

O impulso “antecipado”, portanto, provavelmente não está relacionado à produção dos “iPhones 14”, mas sim com o avanço da COVID-19 na China e as últimas semanas com limitações na produção. Dessa forma, como as vendas do iPhone 13 continuam indo bem, a Foxconn deseja manter os níveis de produção no momento, além de minimizar a chance de um atraso no fornecimento causado pelos lockdowns.

via MacRumors, Patently Apple

Atualização04/05/2022 às 10:45

Novas informações do South China Morning Post apontam que a Foxconn “interrompeu abruptamente” a contratação de novos trabalhadores para sua fábrica em Zhengzhou, na China, depois que novos bloqueios e restrições para o controle do novo Coronavírus (COVID-19) foram impostos na cidade.

Publicidade

Mais precisamente, dez novos casos assintomáticos e quatro novos casos sintomáticos de COVID-19 foram detectados na região esta semana. Esse aumento de casos levou a cidade de Zhengzhou a impor um bloqueio de sete dias — de hoje até a próxima terça-feira, 10 de maio.

Publicidade

Segundo a reportagem, a Foxconn alegou que a contratação de novos funcionários nesse momento poderia “complicar” a produção dos ‌“iPhones 14‌”; até agora, porém, não há indícios concretos de que a Apple deverá adiar o lançamento dos ‌”iPhones 14‌”, como aconteceu com os iPhones 12 em 2020 — embora já haja especulações que levantem essa possibilidade.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo do PayPal no iPhone

PayPal incentivou investigação da UE contra o Apple Pay

Próximo Artigo
Novas opções no envio de imagens e Status no WhatsApp

WhatsApp ganhará novas opções no envio de imagens e Status

Posts Relacionados