O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Microsoft Edge

Microsoft Edge ganhará VPN própria, mas com limitações

Você precisará usar uma conta da Microsoft para acessar o recurso, e os dados são limitados mensalmente

Parece que as grandes empresas do universo da internet estão enfim se ligando para a importância da VPN1 numa navegação segura: a Mozilla já oferece uma opção (paga) embutida no Firefox, enquanto a Apple disponibiliza a Retransmissão Privada (que não é exatamente uma VPN, mas funciona de maneira parecida) para assinantes do iCloud+. Agora, a Microsoft também está entrando na onda.

Publicidade

De acordo com uma nova página de suporte da empresa, o navegador Edge ganhará em breve uma ferramenta de VPN própria, chamada Rede Segura do Microsoft Edge, que poderá ser utilizada de maneira gratuita pelos usuários. O recurso já está em testes e será liberado em breve para o público geral por meio de uma atualização de segurança para o browser.

Segundo a empresa, o recurso é disponibilizado em parceria com a Cloudflare (assim como a Retransmissão Privada do iCloud+). E há algumas limitações: para início de conversa, a ferramenta limita o tráfego “protegido” a apenas 1GB por mês — você pode acompanhar o uso de dados no próprio menu contextual do navegador, e uma vez atingido o limite, a VPN só pode ser utilizada novamente no mês seguinte.

Rede Segura do Microsoft Edge (VPN)

Outro fator a ser considerado é que, para usar o recurso, você precisa logar numa conta da Microsoft, e alguns dados de suporte e diagnóstico serão coletados pela empresa e pela Cloudflare. A Microsoft promete que todos esses dados são completamente apagados a cada 25 horas, mas ainda assim o detalhe meio que “apaga” os principais benefícios do uso de uma VPN — que são justamente relacionados à privacidade e à proteção dos seus dados.

Publicidade

O fato é que a Rede Segura do Microsoft Edge chegará em breve, em data ainda não divulgada, ao navegador. Quem pretende usar?

via The Verge

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhone SE em Apple Store

iFixit testa intercambialidade de componentes do iPhone SE

Próximo Artigo
Dr. Dre

Curiosidade: vazamento do acordo com a Apple fez a Beats perder US$200 milhões

Posts Relacionados