O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple mata de vez o iPod touch, dando adeus à linha iPod

No ano passado, questionamos se ainda havia espaço para um iPod na linha atual da Apple — falamos, inclusive, que a Apple poderia matá-lo em 2022. Como sabemos, a Maçã basicamente escondeu o aparelho em seu site e nas suas lojas, sendo difícil até mesmo para quem quer comprar um encontrá-lo (seja online ou fisicamente).

Publicidade

O iPod touch foi atualizado pela Maçã pela última vez em 2019, quando ganhou um chip A10 Fusion e a capacidade de 256GB. Pois hoje, sem nenhum rumor ou notícias envolvendo a sua morte, a empresa matou o iPod touch, o último remanescente de uma linha que já teve modelos como shuffle, mini, nano e classic. De acordo com o comunicado da empresa, o produto permanecerá à venda só até o fim dos seus estoques.

No comunicado, a Apple fez questão de mencionar a trajetória de sucesso do produto, que “desde a sua introdução há mais de 20 anos, cativou usuários de todo o mundo que adoram a capacidade de levar suas músicas com eles em qualquer lugar”.

Atualmente, é claro, essa experiência de ter consigo uma biblioteca completa de músicas já está disponível em basicamente todos os produtos da Maçã, (iPhones, iPads, Macs e Apple Watches, HomePods e Apple TVs), graças ao Apple Music — que dá acesso a mais de 90 milhões de músicas e mais de 30 mil listas de reprodução.

A música sempre fez parte do nosso núcleo na Apple, e levá-la para centenas de milhões de usuários da maneira como o iPod fez, impactou mais do que apenas a indústria da música — também redefiniu a forma como a música é descoberta, ouvida e compartilhada. Hoje, o espírito do iPod continua vivo. Integramos uma experiência musical incrível em todos os nossos produtos, do iPhone ao Apple Watch, HomePod mini e no Mac, iPad e Apple TV. E o Apple Music oferece qualidade de som líder do setor com suporte a Áudio Espacial — não há melhor maneira de curtir, descobrir e experimentar músicas.

Greg Joswiak, vice-presidente sênior de marketing mundial da Apple

Sem dúvida, o fim de uma era — mais do que esperada, mas que não deixa de ser nostálgica para quem presenciou o nascimento do primeiro iPod, em outubro de 2001, com “apenas” 5GB de armazenamento e a interface FireWire. Eis as palavras de Steve Jobs, no lançamento dele:

Publicidade

Com o iPod, a Apple inventou uma categoria totalmente nova de tocador de música digital que permite colocar toda a sua coleção de músicas no seu bolso e ouvir onde quer que você vá. Com o iPod, ouvir música nunca mais será igual.

E de fato não foi.

Aos interessados, o iPod touch — por enquanto — é vendido no Brasil a partir de R$1.610, com opções de 32GB, 128GB e 256GB, nas cores cinza espacial, prateada, rosa, azul, dourada e (PRODUCT)RED.

Publicidade

R.I.P. ⚰️

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Netflix

Netflix poderá ter anúncios e fim de senhas compartilhadas ainda em 2022

Próximo Artigo
AirPods com USB-C do engenheiro Ken Pillonel

Após iPhone, engenheiro cria case de AirPods com porta USB-C

Posts Relacionados