O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Google apresenta Android 13 com novidades incrementais

Android 13

Há pouco, o Google anunciou durante sua tradicional conferência anual I/O a chegada da aguardadíssima nova versão de seu sistema operacional móvel, o Android 13. Ao contrário do ano passado, a nova versão do sistema operacional móvel da gigante de buscas chega apenas com algumas mudanças pontuais, mas que deverão melhorar a experiência dos usuários em vários aspectos.

Publicidade

Vamos conferir o que há de novo?

Novas permissões

Uma das mudanças mais significativas da nova atualização diz respeito ao leque de permissões que é possível conferir a aplicativos instalados nos dispositivos, que agora conta opções bem mais específicas.

Até o Android 12, ao instalar um novo aplicativo, o sistema perguntava se o usuário desejava ou não permitir que ele tivesse acesso aos “arquivos e mídia” do aparelho, o que incluía desde fotos e vídeos na galeria até documentos e arquivos de áudio, por exemplo.

Publicidade

Agora, o sistema passará exibir alertas específicos para tipos diferentes de arquivos, permitindo o ajuste fino das permissões para cada aplicativo. Dessa forma, é possível conceder acesso apenas para “Fotos e vídeos” ou arquivos de “Música e áudio”, em vez de (des)bloqueá-lo por completo.

Assim como no iOS, agora é possível escolher quais apps podem ou não lhe mandar notificações logo na primeira vez que ele é iniciado, além de determinar quais itens podem ser acessados e lidos pelos aplicativos no rolo da câmera. Ademais, não será mais necessário permitir que um app acesse a localização do dispositivo para ativar o escaneamento Wi-Fi.

Privacidade

O Google prometeu adicionar em uma futura atualização do Android 13 uma nova página nas ajustes do sistema para unificar as configurações de segurança e privacidade. Nela, será possível verificar o status do aparelho e dicas de como torná-lo ainda mais seguro.

O novo sistema também irá exibir uma notificação sempre que um aplicativo acessar o conteúdo salvo pelo usuário na área de transferência — novamente, assim como no iOS. O Android ainda irá resetá-la de tempos em tempos para evitar que algum serviço copie essa informações.

Ajustes visuais

Como esperado, o Android 13 não trouxe nenhuma grande mudança visual para o sistema, uma vez que ele já havia ganhando um verdadeiro banho de loja no ano passado. Entretanto, o Google não deixou de trazer algumas pequenas novidades incrementais para a linguagem visual Material You, que agora conta com uma série de esquemas de cores pré-definidas que afetam todo o sistema.

Donos de aparelhos da linha Pixel, por sua vez, terão acesso antecipado aos chamados Themed icons (algo como “Ícones temáticos), recurso que permite mudar o visual dos ícones dos aplicativos para algo mais minimalista. Essa opção, entretanto, só afetará aplicativos compatíveis com o recurso, como os próprios apps do Google.

Publicidade

Já os controles de mídia do sistema, acessados pela central de notificações, agora mostram a arte da capa da música que usuário está ouvindo.

Preferências de idiomas

Outra novidade é possibilidade de definir idiomas específicos para cada aplicativo. Até então, todos os aplicativos instalados seguiam o idioma padrão do sistema, obrigando o usuário a alterá-lo por completo caso quisesse usar um aplicativo específico em outra língua.

Multitarefa para tablets

Graças à nova barra de tarefas do Android 13 para tablets, agora é possível colocar até dois aplicativos lado a lado apenas arrastando o ícone de um segundo app para o meio da tela e o soltando enquanto outro estiver aberto. Para ajustar o tamanho das janelas, basta arrastar a barra que separa os apps no meio da tela.

O Google também está deixando o sistema bem preparado para tablets com telas ainda maiores.

Matter e Bluetooth LE

A Google já começou a preparar o terreno para o lançamento de seu novo protocolo de conexão para dispositivos de casa conectada, o Matter, e anunciou hoje para o Android 13 a expansão do recurso Fast Pair, que até então só havia sido aplicado em fones de ouvido e similares.

Com ele, o sistema agora consegue identificar dispositivos compatíveis com o Matter de forma instantânea, como termostatos, tomadas inteligentes e lâmpadas — facilitando todo o processo de configuração.

Outra novidade é a compatibilidade com o protocolo Bluetooth Low Energy (BLE), o qual, segundo o Google, deve ajudar a economizar até 10% de bateria em comparação com o Bluetooth tradicional, além de permitir o emparelhamento de múltiplos dispositivos ao mesmo tempo.

Recursos de continuidade

O Android 13 chega também com o que o Google optou por chamar de Chromecast integrado. Agora, é possível espelhar áudio, vídeo e outras mídias para uma TV, caixa de som inteligente ou dispositivos similares direto de um smartphone ou tablet Android — tudo pelo app Google TV.

Por fim, a gigante de Mountain View também apresentou um novo recurso feito especialmente para donos de Chromebooks: o Phone Hub. Com ele, é possível espelhar uma conversa no serviço de mensagens do Android direto para um laptop sem precisar instalar nenhum aplicativo dedicado.

Além disso, o Android 13 ganhará um recurso beeem similar à Área de Transferência Universal da Apple: a possibilidade de copiar algo num smartphone e colar num tablet, por exemplo.


Como de costume, os aparelhos da linha Pixel — fabricados pelo próprio Google — serão os primeiros a receber a primeira versão beta do novo Android 13, que já pode ser baixada. Entre os modelos compatíveis, estão: Pixel 6 Pro, Pixel 6, Pixel 5a 5G, Pixel 5, Pixel 4a (5G), Pixel 4a, Pixel 4 XL e Pixel 4.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Google Pixel 6a

Google apresenta Pixel 6a, fones Pixel Buds Pro e (muito) mais

Próximo Artigo

Google Glass tem possível sucessor revelado

Posts Relacionados