O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple anuncia melhorias de acessibilidade, incluindo legendas ao vivo e detecção de portas

Uma boa leva de recursos que chegarão em breve aos produtos e sistemas da empresa
Novidades de acessibilidade nos produtos da Apple em 2022

Nesta próxima quinta-feira, dia 19 de maio, será comemorado o Dia Mundial de Conscientização sobre a Acessibilidade — data criada em 2012 para, como o próprio nome já diz, fomentar a criação e a manutenção de elementos mais acessíveis para pessoas com deficiências em todos os aspectos da vida física e digital.

Publicidade

Pois, para (mais uma vez) marcar a semana especial, a Apple anunciou hoje uma série de novos recursos de acessibilidade que chegarão em breve aos iPhones, iPads, Macs e Apple Watches do mundo — novidades que ajudarão pessoas com deficiências visuais, motoras, auditivas e muito mais. Vamos dar uma olhada em cada uma delas.

Detecção de Portas

Integrada ao recurso Lupa do iPhone e iPad, a Detecção de Portas (Door Detection) se juntará à Detecção de Pessoas e à Descrição de Imagens como um conjunto de funcionalidades que ajudará pessoas cegas ou com deficiências visuais a se locomover com mais facilidade e chegar aos seus destinos durante seus trajetos.

Enquanto anda na rua, o usuário poderá apontar a câmera do iPhone para a frente e, além de reconhecer pessoas e imagens, a Lupa agora reconhecerá também portas, dando à pessoa informações importantes — a distância da porta, se ela está aberta ou fechada, se pode ser aberta puxando ou empurrando, se há uma maçaneta e muito mais. O recurso também lê quaisquer letreiros e avisos marcados na porta, como o número de um escritório ou um símbolo denotando que aquela é uma entrada acessível.

O recurso estará disponível apenas em iPhones e iPads com scanner LiDAR (portanto, iPhones 12 e 13 Pro e os iPads Pro mais recentes), uma vez que o componente é essencial para a captura das informações importantes. Todos os dados serão processados localmente, com técnicas de aprendizado de máquina.

Novidades para o VoiceOver

Ainda nos recursos para pessoas com deficiências visuais, o VoiceOver ficará ainda melhor em breve: ele ganhará suporte a mais de 20 novos idiomas e locais, incluindo bengali, búlgaro, catalão, ucraniano e vietnamita.

Publicidade

Além disso, o VoiceOver será integrado à ferramenta de checagem de texto do iOS/iPadOS/macOS. Com isso, usuários poderão utilizar o recurso para encontrar e corrigir erros em seus textos, como espaços duplicados ou letras maiúsculas em locais incorretos.

Espelhamento do Apple Watch

Para usuários com deficiências físicas e motoras, o Apple Watch poderá ser controlado ainda mais facilmente com o Espelhamento (Apple Watch Mirroring), que “duplica” a tela do relógio em tempo real no iPhone ao qual ele está emparelhado e permite que o usuário tire proveito de tecnologias de controle do smartphone, como o Controle de Voz ou Assistivo.

Desta forma, é possível acessar recursos importantes (como o Oxímetro, a Frequência Cardíaca e a Atenção Plena) com os controles alternativos do iPhone. Também é possível controlar o relógio por meio de acessórios de manipulação Made For iPhone conectados ao smartphone.

No Apple Watch em si, usuários terão um novo gesto para realizar ações rápidas: uma pinça dupla na tela pode atender ou encerrar uma ligação, dispensar uma notificação, tirar uma foto, reproduzir ou pausar um conteúdo ou iniciar, pausar ou recomeçar um exercício.

Legendas ao Vivo

Para quem tem algum tipo de deficiência auditiva, as Legendas Ao Vivo (Live Captions) chegarão em breve ao iPhone, ao iPad e ao Mac com uma proposta simples, porém essencial: oferecer legendas para qualquer conteúdo em áudio reproduzido no aparelho, seja em apps nativos ou de terceiros, ou mesmo capturado nas redondezas.

Com isso, usuários poderão ter uma assistência no acompanhamento de conversas no “mundo real”, reuniões por videochamadas, conteúdos em plataformas de streaming e muito mais. O processamento do áudio é feito no próprio dispositivo, e no caso de chamadas do FaceTime, o recurso é capaz até mesmo de separar a transcrição entre os participantes da conversa, atribuindo a fala a cada pessoa da chamada corretamente.

Publicidade

Os usuários poderão ajustar o tamanho e a aparência da fonte das legendas; no Mac, especificamente, será possível digitar uma resposta para que ela seja lida em voz alta pelo sistema para as outras pessoas participantes da conversa.

O recurso, vale notar, será disponibilizado inicialmente apenas em inglês nos Estados Unidos e no Canadá. Ele funcionará em iPhones 11 e posteriores, bem como iPads equipados com o chip A12 Bionic ou posterior; no caso dos Macs, apenas máquinas com chips M1 [Pro/Max/Ultra] funcionarão com a novidade. As Legendas Ao Vivo serão disponibilizadas até o fim deste ano.

Mais novidades

E não é só isso. Confiram abaixo mais alguns recursos que chegarão nos próximos meses aos dispositivos e serviços da Maçã:

  • Buddy Controller: permitirá que uma segunda pessoa, como um familiar, amigo ou cuidador, compartilhe os controles de um jogo com o usuário principal — desta forma, algumas tarefas podem ser realizadas em dupla, em dois dispositivos/controles diferentes, no mesmo personagem ou ação.
  • Siri Pause Time: permitirá que o usuário configure um tempo específico que a Siri esperará antes de encerrar a escuta e realizar o pedido.
  • Voice Control Spelling Mode: permitirá que o usuário soletre palavras ou siglas complexas durante o Ditado.
  • O Reconhecimento de Sons (Sound Recognition) poderá ser configurado para reconhecer sons específicos do ambiente da pessoa, como o alarme ou a campainha da sua casa e os avisos de seus dispositivos eletrônicos.
  • O aplicativo Apple Books terá mais temas e opções de configuração de texto, tornando a experiência mais acessível.

Por fim, a Apple realizará uma série de ações em seus serviços e lojas para comemorar o Dia Mundial de Conscientização sobre a Acessibilidade. O SignTime, recurso o qual permite que pessoas comuniquem-se com o AppleCare por meio de línguas de sinais, será lançado no Canadá no dia 19/5 com suporte à Língua de Sinais Americana (ASL). Enquanto isso, lojas da Maçã ao redor do mundo farão sessões do Today at Apple focadas em acessibilidade ao longo da semana.

Nos sistemas da empresa, o aplicativo Atalhos (Shortcuts) para Mac e Apple Watch receberá o assistente de acessibilidade, que recomenda recursos de acessibilidade de acordo com as preferências do usuário. Já o Apple Fitness+ terá sessões ministradas em Língua de Sinais Americana pelo treinador Bakari Williams, bem como sessões especiais para pessoas que utilizam cadeiras de rodas.

Nos Mapas, um novo guia ajudará usuários a encontrar locais de interesse com acessibilidade nos EUA, enquanto a App Store, o Podcasts, o Apple Books, o Apple TV e o Apple Music terão seções especiais destacando criações feitas por e para pessoas com deficiências.

Fantástico, não é mesmo? 👏🏼

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Vídeo: dominando o app Apple Podcasts

Próximo Artigo
Apple Music Live

Apple Music Live é anunciado com show de Harry Styles em 20/5

Posts Relacionados