O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Twitter ocultará postagens enganosas em situações de crise

A iniciativa passará a valer imediatamente para conteúdos relacionados à Guerra na Ucrânia, além de outras situações de crise ao redor do mundo

Em mais uma medida pensada para conter o seu potencial imenso de espalhar desinformação e fake news, o Twitter anunciou hoje uma nova iniciativa para reduzir o alcance de postagens verificadas como falsas ou enganosas durante situações de crise — isto é, situações em que “há uma ameaça generalizada à vida, à segurança física, à saúde ou à subsistência básica das pessoas”, segundo a plataforma.

Publicidade

O Twitter já reduz o alcance de postagens com informações falsas ou enganosas, mas agora esses tweets serão ativamente ocultados pela rede durante as situações de crise. Caso surja na sua linha do tempo, a postagem em questão será precedida por um aviso com a seguinte informação:

Aviso de conteúdo enganoso no Twitter durante situações de crise
Esse tweet viola as regras do Twitter sobre compartilhamento de informações enganosas que podem prejudicar comunidades afetadas por crises. Entretanto, para preservar este conteúdo por razões de responsabilização, o Twitter determinou que esta postagem deve permanecer disponível.

O usuário poderá, então, clicar no botão “Ver” para ler o tweet em questão. A justificativa da rede para esse comportamento é que a postagem falsa/enganosa não pode ser simplesmente apagada, uma vez que a pessoa por trás do conteúdo poderá ter de responder pelos seus atos posteriormente — e o apagamento do tweet dificultaria essa “prestação de contas”.

De acordo com o Twitter, a rede trabalhará com especialistas globais e organizações de direitos humanos em cada situação de crise, verificando as informações compartilhadas em diversas fontes com credibilidade comprovada e publicamente disponíveis — grupos de monitoramento, organizações humanitárias, entre outros. Vale notar que opiniões pessoais, comentários, anedotas e esforços de checagem de fatos não entrarão nessas verificações.

Publicidade

A plataforma priorizará contas populares, com alto alcance, para verificação (e possível ocultação) dos tweets que contenham informações falsas, e as postagens assim marcadas não poderão ser curtidas, retweetadas ou compartilhadas de qualquer outra forma. A iniciativa será aplicada de imediato em postagens falsas relacionadas à invasão da Rússia na Ucrânia, incluindo alegações enganosas sobre crimes de guerra ou dados falsos sobre as zonas de conflito.

Resta saber se as novas regras afetarão a (possível) compra da rede pelo bilionário Elon Musk. O magnata já se pôs contra a limitação do alcance de postagens na rede, afirmando que apenas conteúdo explicitamente ilegal deveria ser banido da plataforma; com a sua aquisição do Twitter posta sob dúvida, fica a expectativa para os próximos passos deste acordo… ou não. Veremos.


Ícone do app Twitter
Twitter de Twitter, Inc.
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple TV
Versão 9.15.2 (229.4 MB)
Requer o iOS 14.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ícone do app Twitter
Twitter de Twitter, Inc.
Compatível com Macs
Versão 9.10.1 (109.2 MB)
Requer o macOS 11.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na Mac App Store Código QR Código QR

via iMore

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iCloud+

Safari e Mail não carregam conteúdos no Mac? Eis a solução

Próximo Artigo
Pessoa usando um iPhone

O que são alertas AMBER, de emergência, do governo e de segurança [iPhone e Apple Watch]

Posts Relacionados