O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Foto de Ignacio R no Unsplash
AirPods Pro

Senacon notifica Apple e exige explicações sobre AirPods Pro

Recentemente, noticiamos sobre um processo que a Apple está sofrendo nos Estados Unidos envolvendo os AirPods Pro. Os pais de um adolescente de 12 anos afirmaram que o jovem teve os tímpanos rompidos por um alerta sonoro agudo e exageradamente alto emitido pelos fones de ouvido sem fio da Maçã.

Publicidade

Os pais acusaram a Maçã de produzir AirPods Pro “defeituosos”, que não protegem o usuário de alertas ou notificações excessivamente barulhentas, e querem que a empresa pague uma indenização, alegando um sério estresse emocional causado pelo episódio.

Mas enquanto o caso corre na terra do Tio Sam, alguns órgãos brasileiros também estão de olho; um deles, inclusive, já resolveu notificar a Maçã exigindo explicações, em até 72 horas, sobre a segurança os fones de ouvido.

De acordo com informações da agência Reuters, a Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor (Senacon) quer que a Apple Brasil justifique a venda do acessório e os riscos do equipamento. O ministro da justiça e segurança pública, Anderson Torres, se pronunciou sobre o episódio e destacou esperar uma colaboração da Apple:

Publicidade

Estamos investigando possível defeito e consequente risco à saúde e segurança dos consumidores brasileiros. A intenção é que a empresa aja com transparência e colabore com as autoridades nacionais e internacionais para esclarecimento imediato do caso.

Além do que já foi exposto, a Apple também terá que fornecer explicações acerca de “regularidade, qualidade, segurança, transparência, informação e orientação aos consumidores quanto à fabricação e à venda do produto”.

Esperemos por mais atualizações… ⏳

via Tilt

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ted Lasso no Apple TV+

Apple TV: como se conectar a uma rede Wi-Fi cativa

Próximo Artigo
Headset

Anúncio de headset da Apple na WWDC22 é "improvável", diz Kuo

Posts Relacionados