O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Homem que roubou fotos de mulheres no iCloud é condenado a 9 anos de prisão

iCloud
Sharaf Maksumov / Shutterstock.com

Em agosto do ano passado, falamos a respeito de Hao Kuo Chi, um homem de 40 anos que foi preso em Los Angeles (Estados Unidos) após invadir mais de 300 contas do iCloud para encontrar e compartilhar imagens de mulheres nuas.

Publicidade

Agora, dez meses depois, o cracker foi finalmente julgado e condenado pela juíza Kathryn Kimball Mizelle, tendo uma sentença de nove anos de prisão pelos crimes de “conspiração e fraude de computador”.

Recapitulando o caso: Chi atuou em um site extinto com o codinome icloudripper4you para compartilhar e vender imagens de mulheres a homens que queriam praticar a chamada “pornografia de vingança” — ou seja, compartilhar imagens com a intenção de intimidar, assediar ou envergonhar vítimas.

Este homem liderou uma campanha terrorista a partir do seu computador, causando medo e angústia a centenas de vítimas. O FBI está comprometido em proteger o povo americano expondo esses cibercriminosos e levando-os à justiça.

David Walker, agente especial do FBI.

Embora conheçamos cerca de 300 vítimas efetivas do criminoso, ele tinha acesso às credenciais do iCloud de aproximadamente 4.700 pessoas. Algumas imagens ele manteve na sua própria coleção pessoal, em seus vastos 3,5TB de conteúdos roubados.

Para ter acesso às credenciais das vítimas, ele se passava por representantes do suporte da Apple — o que levava usuários a fornecerem suas credenciais e o permitia procurar fotos e vídeos armazenados na Fototeca do iCloud.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
MacBook Pro

Garanta que anexos enviados pelo Mail sejam abertos em PCs [Mac]

Próximo Artigo
POCO F4

★ O novo telefone flagship da POCO, com Snapdragon 870, está chegando!

Posts Relacionados