O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

5 séries do Apple TV+ para aprender sobre negócios, liderança e trabalho 

A Apple tem investido pesado em seu streaming de vídeo. Todas as semanas novos filmes, séries e documentários têm sido acrescentados ao catálogo do Apple TV+. Embora o acervo não seja ainda tão representativo, a qualidade das produções tem sido um grande destaque da empresa para concorrer nesse mercado bastante disputado. 

Publicidade

Para quem gosta de aprender enquanto se diverte, existem algumas opções bastante interessantes no pacote da Apple. Separei aqui nesse post cinco séries que podem trazer lições muito ricas para a área de negócios, trabalho e liderança. Vamos lá?!

“Ted Lasso”

Uma das mais premiadas séries da Apple, “Ted Lasso” tem conquistado espectadores ao redor do mundo. A história se desenvolve a partir da chegada de um treinador de futebol americano (Ted Lasso) para assumir como técnico de um time de futebol tradicional na Inglaterra. A contratação, que a princípio faz parte de uma vingança da ex-mulher do antigo proprietário do clube, enfrenta resistência de todos os lados: mídia, torcedores, jogadores, etc. Mas, a partir das situações hilárias vividas por seu protagonista, a série vai apresentando valiosas lições de liderança e perseverança.

Lições apresentadas

Apesar de ser uma comédia, a série traz reflexões importantes sobre como os líderes devem agir para oferecer suporte e promover o desenvolvimento para sua equipe. A temática da empatia é bastante evidente, demonstrando a necessidade de se colocar no lugar dos outros para conseguir apoia-los de maneira adequada.

Publicidade

Finalmente, a perseverança e a resiliência são características demonstradas constantemente por Lasso — que inclusive enfrenta, depois de alguma resistência, sua vulnerabilidade emocional de maneira aberta e trata de conflitos profundos com uma psicóloga.

A liderança humanizada é o grande centro da trama divertida e emocionante. 

“Severance” (“Ruptura”)

Uma das series mais assistidas de 2022, “Severance” (no Brasil chamada de “Ruptura”) é um dos grandes sucessos do Apple TV+ — e provavelmente receberá muitos prêmios e elogios da crítica neste ano.

O enredo, com uma pegada de drama Sci-Fi, traz uma empresa que promove um projeto bastante polêmico: instalar um chip na mente de seus colaboradores de forma que, quando eles estão no trabalho, esquecem totalmente de sua vida pessoal; quando vão para casa, eliminam completamente sua memória das atividades do trabalho. A trama começa meio confusa e um pouco parada, mas se desenvolve para um suspense intrigante e envolvente!

Lições apresentadas

A série traz em suas entrelinhas um dos maiores debates do mundo do trabalho: o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

Publicidade

O mito de que deveríamos separar esses papéis no dia a dia fica bastante claro, uma vez que as personagens se sentem depressivas, frustradas e sem propósito ao não conseguir falar de seu trabalho quando estão em casa ou com amigos e não lembrar de suas famílias ou de momentos pessoais quando estão no trabalho, demonstrando a necessidade constante de troca, interligação e equilibro entre todos os papéis que exercemos na vida.

Publicidade

Outra discussão importante é a postura dos líderes e o imperativo de que as pessoas entendam o porquê de seu trabalho para que se sintam comprometidas, motivadas e possam oferecer o melhor de si em suas atividades profissionais.

“Mythic Quest”

“Mythic Quest” série é uma espécie de “The Office” nos tempos modernos das startups e empresas de tecnologia. A trama acontece em uma empresa de games, na qual o fundador e criador do jogo, cujo nome é o título da série, participa ativamente das decisões do negócio apesar de ter conhecimento apenas do jogo em si.

Confesso que essa série não é bem minha vibe, pelo humor com alguns palavrões e piadas que não considero engraçadas, mas alguns contextos e discussões são bastante hilários como sátira do mundo corporativo. 

Lições apresentadas

“Mythic Quest”, como “The Office”, é uma caricatura que apresenta de maneira exponencial algumas incoerências do mundo corporativo.

Líderes incapazes de tomar decisões, promoções e punições à colaboradores por motivos pessoais e de relacionamento, sem critérios claros de avaliação, pessoas trabalhando sem entender o porque de seu trabalho, lideranças que fingem ouvir os colaboradores — mas que, no fim, decidem por si próprias —, reuniões intermináveis e inúteis, entre outros temas que são bastante explorados na comédia.

Além disso, fica também clara a crítica aos fundadores que, como técnicos, não aprendem a delegar a gestão para pessoas profissionais da área. 

“WeCrashed”

Uma das produções mais recentes e de maior qualidade da Apple TV+, “WeCrashed” já foi tema de um post completo aqui no MacMagazine — bastante criticado por alguns, aliás. 😛

A série de sete capítulos conta a história de Adam e Rebecca Newmann na fundação do WeWork, uma das maiores empresas de coworking do mundo. Com diálogos bem articulados e atuações apaixonadas dos protagonistas, a série apresenta a ascensão e queda do visionário (e desequilibrado) fundador da empresa e como seu empreendedorismo e ambição contribuíram para o crescimento da empresa, mas também quase custaram sua falência.

Lições apresentadas

A história deixa claro o poder de uma visão apaixonada de negócio. A importância da perspicácia e persuasão, habilidade de comunicação, engajamento e o foco em um grande sonho futuro ficam evidentes para o sucesso de empreendedor.

Mas as falhas de Newmann também ensinam muito, sua ambição desenfreada, autoconfiança exacerbada e incapacidade de ouvir e aceitar opiniões contrárias são indicadores de que ninguém consegue sucesso real e sustentável sem trabalhar em equipe, desenvolver visão realista dos fatos e concentrar-se no resultado operacional. 

“The Morning Show”

Um dos primeiros lançamentos do Apple TV+, divulgado com grande glamour por Tim Cook no lançamento do streaming e com um elenco de peso — destacando, entre eles, Jennifer Aniston e Steve Carrel — “The Morning Show” foi um sucesso em suas duas temporadas.

Com um tema bastante polêmico, o assédio sexual no trabalho, o seriado se passa nos bastidores de um famoso programa matinal de TV, líder de audiência e que enfrenta diversos escândalos envolvendo seus apresentadores e também os administradores da rede televisiva.

A segunda temporada também explora a pandemia da COVID-19 e profundos dilemas éticos relacionados ao momento dramático enfrentado pela população global.

Lições apresentadas

Grandes problemas atuais do mundo corporativos e feridas escondidas da vida organizacional são escancarados em “The Morning Show”. A utilização do poder e influência para coagir pessoas, falsidade, jogo político, conflitos de interesses, uso da mídia para vantagens de grupos específicos, entre outros temas, são discutidos e questionados no enredo.

Do lado positivo, a série também demonstra estratégias para enfrentamento de crises, gestão de conflitos e a necessidade de reconhecer as falhas para desenvolver uma liderança saudável.


E ai, já tinha assistido esses seriados? Que outras lições você aprendeu? Tem outras sugestões de títulos relacionados ao mundo corporativo? Mande aí nos comentários!

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Mulher usando iPad

Os 5 artigos mais lidos no MacMagazine: de 19 a 26 de junho

Próximo Artigo
Tiroteio no VillageMall

Loja da Apple serve de abrigo em tiroteio no VillageMall

Posts Relacionados