O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

MacBook Pro M2 alcança 108°C em teste de desempenho

MacBook Pro de 13 polegadas com M2 visto de cima

Após descobrir limitações um tanto curiosas no SSD da versão de entrada do recém-lançado MacBook Pro de 13 polegadas (M2), o YouTuber Vadim Yuryev, do canal Max Tech, divulgou hoje em seu Twitter informações nada animadoras sobre a performance do mais novo notebook da Apple. Segundo ele, o dispositivo tem alcançado temperaturas altíssimas quando colocado sob situações de grande estresse, provocando engasgos.

Publicidade

De acordo com ele, seu MacBook Pro de 13″ (M2) alcançou temperaturas na casa dos 108°C enquanto exportava um vídeo RAW em 8K da sua câmera Canon — algo surpreendente até mesmo para os antigos MacBooks com chips Intel. Isso, vale notar, aconteceu enquanto as ventoinhas já haviam alcançado sua velocidade máxima: 7.200 rotações por minuto.

Como as ventoinhas não estavam dando conta das altas temperaturas alcançadas pelo chip M2, o computador precisou diminuir consideravelmente sua performace para poder se resfriar — algo também conhecido como thermal throttling. Mais especificamente, o sistema dimuniu a performance dos núcleos de desempenho de 3.200MHz para 1.894MHz, dos de eficiência de 2.228MHz para 1.444MHz, e da GPU1 de 1.292MHz para 289MHz.

Ainda segundo Yuryev, essas reduções aconteceram em ondas, variando entre 84°C e os 108°C citados anteriormente. Esse comportamento, segundo ele, fez com que o tempo de exportação do vídeo fosse consideravelmente maior com o chip M2 em comparação ao M1 Pro, encontrado no MacBook Pro de 14 polegadas — mesmo considerando o seu maior pode de fogo.

Publicidade

O MacBook Pro de 14″, vale notar, possui um sistema de refrigeração muito mais robusto do que o seu irmão menor de 13″, trazendo uma ventoinha a mais. Isso levou o YouTuber a se perguntar sobre a performance do vindouro MacBook Air com o chip M2 que, assim como seu antecessor, traz um sistema de refrigeração passivo (ou seja, sem ventoinhas).

Se você pretende trabalhar com arquivos mais pesados como o vídeo em 8K utilizado por Yuryev em seus testes, talvez seja melhor ignorar o MacBook Pro de 13″ com o chip M2 e partir logo para um bem mais capaz MacBook Pro de 14″ com o chip M1 Pro. Usuários comuns, entretanto, não devem sofrer com essas altas temperaturas.

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via iMore

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Retransmissão Privada

Retransmissão Privada ajuda crackers a executarem ataques

Próximo Artigo
iFixt desmonta o MacBook Pro 13 com chip M2

iFixit desmonta MacBook Pro de 13" (M2): "idêntico" ao anterior

Posts Relacionados