O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

TikTok admite que chineses podem acessar dados de americanos

TikTok no iPhone
Poring Studio / Shutterstock.com

A preocupação das autoridades dos Estados Unidos em relação ao destino dos dados de usuários do país continua. Após relatório recente do BuzzFeed afirmar que alguns funcionários na China continuavam tendo acesso às informações de americanos, o assunto — que parecia morto — ressurgiu fortemente.

Publicidade

Além do pedido da Comissão Federal de Comunicações (Federal Communications Commission, ou FCC) para que a Apple e o Google removam o app das suas lojas de aplicativos, legisladores americanos cobraram um posicionamento da empresa em relação às acusações, o qual (finalmente) chegou.

Como disse The New York Times, o CEO1 do TikTok, Shou Zi Chew, explicou a nove senadores dos EUA como o aplicativo planeja manter os dados dos americanos separados da ByteDance (empresa chinesa criadora do software).

Entre as informações destacadas, Chew detalhou os planos de controlar o app a partir de servidores da Oracle, bem como armazenar os dados dos usuários americanos na companhia — em vez de nos servidores do próprio TikTok.

Publicidade

Não falamos publicamente sobre esses planos por respeito à confidencialidade do compromisso com o governo dos EUA, mas as circunstâncias agora exigem que compartilhemos algumas dessas informações publicamente para esclarecer os erros e equívocos no artigo [do BuzzFeed] e algumas preocupações contínuas relacionadas a outros aspectos do nosso negócio.

Sobre a acusação com base em áudios, de que funcionários chineses continuavam tendo acesso a dados de americanos, Chew não negou essa possibilidade, mas colocou uma ressalva importante.

Segundo ele, os engenheiros da ByteDance só podem acessar os dados do app quando “sujeitos a uma série de controles robustos de segurança cibernética e protocolos de aprovação de autorização supervisionados” pela equipe de segurança do TikTok com sede nos EUA.

Como mencionamos na publicação sobre os áudios divulgados pelo BuzzFeed, trata-se de uma contradição, visto que o TikTok afirmou categoricamente em uma audiência no senado, em outubro passado, ter controles rígidos para impedir o acesso dos dados de americanos pela China.

Marsha Blackburn, uma das senadoras que pediram esclarecimentos ao TikTok sobre a reportagem, destacou que as preocupações dos legisladores americanos sobre a influência do Partido Comunista Chinês foram bem fundamentadas, visto que a empresa “deveria ter dito a verdade desde o início, mas tentou encobrir seu trabalho em segredo”.


Ícone do app TikTok
TikTok de TikTok Ltd.
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com o iMessage
Versão 25.4.1 (330.6 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo da App Store e bandeira do Reino Unido

Apple será julgada no Reino Unido por taxa de 30% da App Store

Próximo Artigo
Capa do MacMagazine no Ar #482

MacMagazine no Ar #482: baterias dos "iPhones 14", headset em 2023, AirPods Pro com USB-C e mais

Posts Relacionados