O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Xiaomi 12S Ultra

Linha Xiaomi 12S, Mi Band Pro 7 e mais são lançados

Cerca de seis meses após introduzir a geração anterior, a gigante Xiaomi lançou hoje na China continental sua nova linha de smartphones 12S, 12S Pro e 12S Ultra — cujos destaques incluem câmeras em parceria com a Leica e um novo sensor da Sony. Também foram lançados por lá outros gadgets, como a pulseira Mi Band Pro 7 e o laptop Book Pro 2022.

Publicidade

Vamos conhecê-los?

Xiaomi 12S e 12S Pro

O Xiaomi 12S é o mais simples da linha, acompanhado de seu irmão maior, o 12S Pro. O primeiro é focado em pessoas que buscam smartphones menores, com um display de 6,28 polegadas, enquanto o do segundo tem 6,73″. Ambos têm resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120Hz.

Em matéria de câmeras, ambos compartilham o sensor principal de 50 megapixels IMX707, da Sony — que também tem participação da Leica, com estabilização ótica de imagem e pixels de 1,22µm. Há, ainda, um sensor ultra-angular e uma câmera de zoom de até 2x, com a mesma resolução da principal. A câmera frontal tem resolução de 32MP.

Xiaomi 12S

Os aparelhos são equipados com o processador Snapdragon 8+ Gen 1 e têm versões com 8GB e 12GB de memória LPDDR5, bem como 128GB e 256GB de armazenamento. As baterias têm 4.500mAh (12S) e 4.600mAh (12S Pro) com suporte a carregamento rápido cabeado de até 67W no modelo de entrada e incríveis 120W no intermediário. Sem fio, a recarga vai até 50W de velocidade.

Na China, onde apenas estão disponíveis por ora, os preços começam em ¥4.000 (cerca de R$3.160, na conversão direta) para o 12S com 8GB de RAM1 e 128GB de armazenamento. O 12S Pro, por sua vez, custa a partir de ¥4.700 (cerca de R$3.713).

Xiaomi 12S Ultra

O grande destaque dos lançamentos foi o Xiaomi 12S Ultra. O que mais chama a atenção é o seu enorme sensor de 1″, que lembra o de outros aparelhos, como o saudoso Nokia 1020. No caso do 12S Ultra, temos também 50MP, mas com o sensor IMX989, da Sony, desenvolvido em parceria com a Xiaomi — como lembrou o Engadget. Trata-se do mesmo componente utilizado na câmera RX100 VII, da Sony, conforme destacou a CNET.

Xiaomi 12S Ultra

Vale ressaltar que isso não é garantia de que as fotos tiradas pelo smartphone terão a mesma qualidade, por exemplo, da RX100 VII. Ainda assim, mostra a qualidade dos componentes escolhidos para o dispositivo. Este conta, também, com a otimização da Leica, inclusive com modos de disparo e filtros construídos pela fabricante de lentes. Temos, ainda, sensores ultra-angular e de zoom óptico de até 5x, ambos com 48MP.

A câmera tem a capacidade de filmar, além de o aparelho reproduzir, usando a tecnologia Dolby Vision (HDR2). A estabilização é feita usando o HyperOIS, mais avançado que o convencional. Também há compatibilidade dos três modelos com o formato RAW de 10 bits, calibrado pela Adobe Labs.

O 12S Ultra tem o mesmo hardware dos seus irmãos menores e o mesmo tamanho de tela do 12S Pro, embora com maior resolução (3240×1440 pixels). Uma diferença interessante é que o modelo mais avançado conta com um novo sistema de resfriamento “tridimensional” — o qual promete ser mais eficiente, usando um mecanismo que o Xiaomi comparou ao que as folhas das plantas usam.

Publicidade

O smartphone tem uma bateria de 4.860mAh, com suporte a carregamento rápido de 67W com cabo e de 50W sem fio. Aqui temos uma novidade interessante: os chips Xiaomi Surge P1 e G1, os quais têm a finalidade de regular a recarga de maior velocidade e de gerenciar a bateria, respectivamente.

Xiaomi 12S Ultra

O Xiaomi 12S Ultra, na sua configuração mais básica de 8GB de RAM e 256GB de armazenamento, tem o preço de ¥6.000 (cerca de R$4.740). Até agora, ele, o 12S e o 12S Pro estão sendo vendidos apenas na China, com lançamento global futuro.

Mi Band 7 Pro

A famosa pulseira inteligente da Xiaomi também recebeu uma atualização. Com um display de 1,64″ (o Apple Watch Series 7, por exemplo, tem um display de 1,9″) a Mi Band 7 Pro assemelha-se ao formato de relógio, com uma tela mais larga. Sua resolução é de 280×456 pixels, com 326 pixels por polegada — mesmo nível da tela Retina. O corpo da pulseira é feito em metal.

Mi Band Pro 7

Estão disponíveis mais de 180 mostradores, bem como uma tela sempre ativa (always-on display). A pulseira tem 117 modos de exercícios diferentes, além de contar com monitoramento de batimento cardíaco e nível de oxigenação do sangue. O dispositivo também tem resistência à água de até 5ATM (50 metros) e bateria de 235mAh, a qual pode durar até 12 dias de uso moderado e 6 de uso intenso.

Outras duas novidades tornam o uso da Mi Band Pro 7 ainda mais interessante: GPS integrado, permitindo o monitoramento das rotas de exercícios sem a presença do celular. Temos, ainda, NFC3 já em todas as variantes — anteriormente, dependia do modelo e região para usufruir a tecnologia.

Na China, o preço do produto é de ¥400 (cerca de R$316).

Xiaomi Book Pro 2022

Outro lançamento da empresa foi uma atualização do seu laptop, o Xiaomi Book Pro 2022. A nova versão tem dois tamanhos de tela, 14″ e 16″ — eu já vi isso em algum lugar… —, com tecnologias de calibragem de cor, 100% de cobertura do sRGB e do DCI-P3, além de suporte a Dolby Vision.

O modelo maior tem resolução 4K, com 283ppp e certificação VESA DisplayHDR 400, enquanto o menor tem resolução 2,8K, com 242ppp e DisplayHDR 500. Ambos têm proporção 16:10 e ocupam 90% do espaço frontal.

A versão de 16″ pesa 1,8 quilograma, enquanto a de 14″ tem 1,5kg. Ambas têm uma espessura de 14,9 milímetros e um corpo feito de alumínio.

Xiaomi Book Pro 2022

O computador é equipado por processadores da Intel e GPUs4 da NVIDIA. A bateria do modelo maior promete durar até 12 horas, sendo que ambos suportam carregamento de até 100W usando a porta USB-C.

O preço, na China, começa em ¥5.900 (cerca de R$4.660) para o modelo de 14″ e ¥6.500 (cerca de R$5.135) para o modelo de 16″ — ambos com processador Intel i5.

via GSMArena

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Beats Flex oferecido pelo Apple Music

Estudantes que assinarem o Apple Music ganharão Beats Flex nos EUA e no Reino Unido

Próximo Artigo
GOL

GOL libera WhatsApp, iMessage e Messenger de graça em voos

Posts Relacionados