O melhor pedaço da Maçã.
dean bertoncelj / Shutterstock.com
The Duke, bola oficial da NFL

Super Bowl Halftime Show agora é patrocinado pelo Apple Music

A National Football League (NFL) anunciou que o Apple Music é o novo patrocinador do Halftime Show, espetáculo musical durante o intervalo dos jogos do Super Bowl. O serviço de streaming da Maçã substituirá, portanto, a Pepsi — a principal patrocinadora do show na última década.

Publicidade

O Halftime Show se tornou um evento muito maior do que os 12 ou 15 minutos que compõem a performance musical em si. De fato, uma fonte da NFL disse que, se a Pepsi realmente desistisse, a liga esperava encontrar um novo patrocinador que pudesse tornar o show “maior, pegando diferentes aspectos dele e fazendo com que ficasse fora dos 12 minutos”.

Estamos orgulhosos de receber o Apple Music na família NFL como nosso novo parceiro para o icônico Super Bowl Halftime Show. Não poderíamos pensar em um parceiro mais apropriado para a apresentação musical mais assistida do mundo do que o Apple Music, um serviço que entretém, inspira e motiva milhões de pessoas em todo o mundo por meio da interseção de música e tecnologia.

Nana-Yaw Asamoah, vice-presidente sênior de estratégia de parceiros da NFL

O patrocínio do Apple Music começará com o Super Bowl LVII, marcado para o dia 12 de fevereiro de 2023, o qual ocorrerá em Glendale (no Arizona). Nos próximos meses, espectadores poderão acompanhar detalhes exclusivos e prévias do Apple Music Super Bowl Halftime Show nas redes sociais do serviço de streaming da Maçã.

Mais de 120 milhões de espectadores assistiram ao Super Bowl LVI Halftime Show — o qual recentemente recebeu três prêmios do Emmy Creative Arts.

Publicidade

Música e esportes ocupam um lugar especial em nossos corações, por isso estamos muito animados que o Apple Music fará parte do maior palco da música e do futebol. Estamos ansiosos por performances ainda mais épicas no próximo ano e além com o Apple Music Super Bowl Halftime Show.

Oliver Schusser, vice-presidente do Apple Music e da Beats

As apresentações anteriores do Super Bowl Halftime Show incluíram performances de artistas como The Weeknd, Jennifer Lopez, Shakira, Beyoncé, Justin Timberlake, Lady Gaga, Katy Perry, Bruno Mars, Prince, Madonna e muito mais.

O Apple Music conta com um catálogo de mais de 100 milhões de músicas e 30 mil playlists — muitas delas com suporte a Áudio Espacial (Dolby Atmos) e em altíssima definição, com áudio Lossless. Para quem ama música clássica, há um app dedicado com mais de 5 milhões de faixas, tudo em uma interface simplificada! No Brasil, são três tipos de assinatura: Universitária (R$11,90/mês), Individual (R$21,90/mês) e Familiar (R$34,90/mês). Caso você não seja um assinante, pode testar o serviço de forma gratuita por um mês. Ele também faz parte do pacote de assinaturas da empresa, o Apple One.


Ícone do app Música
Música de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhones Compatível com o Apple Vision Pro Compatível com Apple Watches
Versão 2.6.5 (2 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão sobre vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple Pay guarda dados no iPhone; Google Pay, em servidores

Próx. Post

Apple explica mudança nas pontas dos novos AirPods Pro

Posts Relacionados