O melhor pedaço da Maçã.

Apple Music Replay ganha “Stories” compartilháveis

Apple Music Replay no iPad

Assinantes do Apple Music têm acesso, a qualquer momento do ano, à playlist Replay, a qual agrega as 100 músicas mais ouvidas de cada ano. Para fazer par à lista, também existe uma página dedicada que mostra as suas estatísticas de reprodução do ano — e essa página ganhou agora um novo visual com recursos bastante interessantes e aguardados.

Publicidade

Para conferir a nova experiência do ‌Apple Music‌ Replay, basta visitar replay.music.apple.com pelo navegador do seu dispositivo — infelizmente, as novidades não estão disponíveis pelo app Música nativo.

Quando lançamos o Replay pela primeira vez, o recurso se tornou um favorito instantâneo dos fãs no Apple Music, e realmente queríamos desenvolver ainda mais a experiência e torná-la ainda mais especial, pessoal e única para os assinantes. A música que curtimos ao longo do ano torna-se como uma trilha sonora, e é muito divertido poder voltar e reviver aqueles momentos significativos e memoráveis novamente.

Oliver Schusser, vice-presidente do Apple Music e da Beats

Ao visitar a página, é necessário fazer login com seu ID Apple; em seguida, basta tocar em “Começar” e “Reproduzir destaques” para visualizar um resumo das suas músicas, álbuns e artistas mais reproduzidos este ano num formato de “Stories”.

Cada um desses destaques, vale notar, são otimizados para serem compartilhados em redes sociais ou em qualquer plataforma de mensagens — algo bastante desejado por usuários do Apple Music, uma vez que o Spotify já oferece essa possibilidade há algum tempo.

Publicidade

Abaixo desses Stories, há uma série de rankings — como músicas mais ouvidas, artistas mais ouvidos, álbuns mais ouvidos e playlists mais ouvidos. Assim como os destaques, é possível compartilhar alguns desses ranking nas redes sociais a partir de um cartão estilizado do Apple Music.

Ao fim da página, há a lista de reprodução completa do Apple Music Replay 2022, organizada por número de reproduções. De acordo com a Maçã, os ouvintes podem acessar o Replay até 31 de dezembro para ver quaisquer alterações no ranking deste ano — e, assim que 2023 começar, será possível continuar explorando e compartilhando suas músicas/artistas mais ouvidos a cada semana.

Agora, sim, ficou bem bacana visualizar e compartilhar sua atividade de reprodução do Apple Music ao longo do ano!

Publicidade

O Apple Music conta com um catálogo de mais de 100 milhões de músicas e 30 mil playlists — muitas delas com suporte a Áudio Espacial (Dolby Atmos) e em altíssima definição, com áudio Lossless. Para quem ama música clássica, há um app dedicado com mais de 5 milhões de faixas, tudo em uma interface simplificada! No Brasil, são três tipos de assinatura: Universitária (R$11,90/mês), Individual (R$21,90/mês) e Familiar (R$34,90/mês). Caso você não seja um assinante, pode testar o serviço de forma gratuita por um mês. Ele também faz parte do pacote de assinaturas da empresa, o Apple One.


Ícone do app Música
Música de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhones Compatível com o Apple Vision Pro Compatível com Apple Watches
Versão 2.6.5 (2 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão sobre vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple anuncia ganhadores dos App Store Awards de 2022

Próx. Post

WhatsApp agora permite encaminhar mídias com legendas

Posts Relacionados