O melhor pedaço da Maçã.

Twitter removerá selos de verificação preexistentes, diz Musk

Mashable
Elon Musk e Twitter

O mais novo dono do Twitter, Elon Musk, não está nada satisfeito com como o famoso selo azul de verificação vinha funcionando antes de sua aquisição. Segundo o empresário, muitos foram distribuídos de forma “corrupta” e “absurda” — o que ele pretende mudar em breve.

Publicidade

Relançando ontem o Twitter Blue — recurso que literalmente “vende” o selo de verificação a usuários —, Musk afirmou que a rede social simplesmente removerá todos os selos azuis preexistentes antes da mudança, algo que acontecerá nos próximos meses.

A informação foi publicada por Musk em resposta a um usuário que publicou uma captura de tela mostrando como são descritos os rótulos das antigas contas verificadas — inclusive, a do próprio empresário.

Com isso, o perfil do MacMagazine (por exemplo) provavelmente deixará de exibir o selo de verificação — pelo menos temporariamente, até que prove seu status de empresa com base nas novas regras que deverão ser definidas pela rede social.

Em alguns meses, nós removeremos todos os selos azuis preexistentes. A forma na qual eles foram distribuídos foi corrupta e absurda.

As contas verificadas pelo Twitter Blue, vale ressaltar, também contam com um rótulo especificando essa forma de verificação.

Publicidade

Os selos adquiridos por meio do plano de assinatura serão azuis, assim como o das pessoas “notáveis” e celebridades. Empresas receberão um selo dourado (o qual já é exibido nos perfis do Twitter e no da Apple, por exemplo) e nomes/órgãos políticos ganharão um selo na cor cinza.

Assim como os selos azuis, os selos para empresas e políticos também deixarão clara essa informação quando tocarmos/clicarmos sobre eles. O selo dourado, por exemplo, informa que a “conta é verificada porque se trata de uma empresa oficial no Twitter”.

Publicidade

Vale recordar que o selo de verificação — embora o maior — é apenas um dos benefícios para usuários que assinarem o Twitter Blue, os quais também contarão com novos recursos antes dos demais usuários, entre outros “privilégios”.

De acordo com o host Peter Kafka, as mudanças tendem a degradar a experiência de não assinantes com a rede social, transformando o Twitter em um mero “serviço de assinatura”.

E vocês, o que estão achando das mudanças?


Ícone do app X
X de X Corp.
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple TV
Versão 10.30 (252.3 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ícone do app Twitter
Twitter de X Corp.
Compatível com Macs
Versão 9.30 (146.8 MB)
Requer o macOS 11.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na Mac App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Terminal: como visualizar o histórico de downloads do Mac

Próx. Post

SOS de Emergência via Satélite é lançado em países da Europa

Posts Relacionados