O melhor pedaço da Maçã.

Diminua o tempo gasto em redes sociais com o Burnout Buddy

A cena é clássica: você está navegando pelo feed de uma rede social, percebe que não tem nada de novo para ver e sai do aplicativo com a pretensão de fazer alguma outra coisa. Instantes depois, entretanto, você se pega reabrindo o app em questão quase que por puro instinto — ou melhor, vício.

Publicidade

Por mais que sejam ótimas ferramentas para nos conectarmos com outras pessoas e para sabermos o que está acontecendo no mundo, as redes sociais podem ser um tanto danosas para a nossa saúde mental. Afinal, elas são minuciosamente projetadas para que seus usuários passem o máximo de tempo possível em seus feeds — levando muita gente a passar pela situação descrita acima.

Sendo assim, é sempre uma boa ideia tentar dosar o tempo dedicado a esses aplicativos no dia a dia — separando, sempre que possível, um tempinho para se desconectar do mundo online e reconectar-se consigo mesmo. É aí que entram aplicativos como o Burnout Buddy, desenvolvido pelo brasileiro Bruno Rocha, que busca ajudar usuários nessa situação.

O Burnout Buddy usa as novas APIs1Application programming interface, ou interface de programação de aplicações. de Tempo de Uso (Screen Time) introduzidas pelo iOS 16 para funcionar e tem como objetivo ser uma versão muito mais completa do recurso desenvolvido pela própria Apple. O aplicativo tem um nível de personalização bem mais alto e funciona até mesmo com a Siri.

O app permite criar regras específicas para cada grupo de aplicativos através dos chamados Schemas. Com eles, é possível, por exemplo, bloquear o uso de um aplicativo durante a manhã, liberá-lo durante o dia e bloqueá-lo novamente horas antes de ir dormir — o que pode, inclusive, melhorar a qualidade do seu sono.

É possível criar diferentes Schemas para diferentes grupos de aplicativos, fornecendo ainda mais liberdade na hora gerenciar os seus apps. Além disso, assim como no Tempo de Uso nativo do iOS, também é possível estabelecer um tempo limite diário para cada app — tudo isso sem a presença de um botão “soneca” que lhe permite “burlar” o bloqueio (através do Strict Mode).

Publicidade

Cada Schema pode ser personalizado com múltiplas condições de bloqueio de conteúdo, indo muito além de apenas períodos do dia determinados pelo usuário. Uma das formas de tornar a coisa toda ainda mais específica é usando a integração do Burnout Buddy com os Atalhos da Siri (Siri Shortcuts).

Se você se sentir um pouco perdido com todos esses recursos em um primeiro momento, tente usar os chamados Starter Schemas — rotinas pré-configuradas feitas para cobrir a maioria das necessidades de usuários do Burnout Buddy. É só ativar e começar a usar os seu apps com os bloqueios normalmente.

Publicidade

O Burnout Buddy é gratuito e está disponível na App Store para iPhones com o iOS 16 ou superior instalado. Há também o Burnout Buddy Pro — versão do aplicativo com recursos extras que pode ser desbloqueada por uma compra única de R$28.

Mais informações sobre o aplicativo podem ser encontradas nessa página, por onde também é possível baixar sua versão para macOS.

Bacana, não? 🙂

Notas de rodapé

  • 1
    Application programming interface, ou interface de programação de aplicações.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple Music Live terá show de Alicia Keys em 21/12

Próx. Post

MacMagazine no Ar #506: iOS 16.2, lojas de apps alternativas, novos Macs, Twitter Blue, Tesla e mais

Posts Relacionados