O melhor pedaço da Maçã.

Prévia do Microsoft Teams Premium é liberada com 30 dias de teste

DANIEL CONSTANTE / Shutterstock.com
Microsoft Teams

Tendo anunciado a novidade em outubro, a Microsoft disponibilizou uma prévia do Teams Premium. A partir de agora, será possível iniciar um período de teste de 30 dias para usufruir de alguns recursos agora e outros a serem liberados posteriormente. As funções são focadas no uso corporativo da plataforma, com medidas que aumentam a segurança e otimizam a usabilidade.

Publicidade

Alguns recursos incluem o uso de inteligência artificial, como uma função que traz os destaques de uma reunião. Há, ainda, tradução em tempo real por meio de legendas compatível com 40 línguas — incluindo o português do Brasil e o de Portugal — também otimizada por IA.

Em matéria de segurança, temos criptografia de ponta a ponta, além da possibilidade de inserir marcas d’água em reuniões, impedir copiar mensagens em chats e marcar chamadas como sensíveis, de modo a evitar participantes indesejados. Também é possível selecionar quem pode gravar a reunião com o Teams Premium.

Outras vantagens incluem poder definir um fundo para os participantes, além de um recurso de gerenciamento de lista de presença com aprovação manual. Também há salas de espera, bem como funções avançadas de planejamento de chamadas, como selecionar o que os participantes podem ver e enviar uma mensagem com o link da reunião.

YouTube video

A prévia do Teams Premium pode ser ativada pelos administradores do Microsoft 365 da empresa. Alguns recursos, como os destaques da reunião com IA, só estarão disponíveis no futuro. A assinatura deverá custar US$10 e será lançada em meados de fevereiro de 2023.


Ícone do app Microsoft Teams
Microsoft Teams de Microsoft Corporation
Compatível com iPadsCompatível com iPhones Compatível com o Apple Vision Pro
Versão 6.7.0 (375 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via The Verge

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Twitter recua de decisão que proibia promoção de redes rivais

Próx. Post

Apple é multada na França por práticas abusivas na App Store

Posts Relacionados