O melhor pedaço da Maçã.

Apple TV+ abre vaga e volta a expandir sua equipe na Europa

Tim Cook apresenta o Apple TV+

Desde que a União Europeia propôs, em 2020, que serviços de streaming tivessem pelo menos 30% do seu conteúdo produzido em países que compõem o bloco, o Apple TV+ vem expandindo paulatinamente sua equipe de talentos no Velho Continente.

Publicidade

Desta vez, a Maçã abriu uma vaga em seu site (no ar desde novembro) para pessoas interessadas em trabalhar como executivo(a) de comissionamento sem script no escritório do serviço em Londres, no Reino Unido.

De acordo com a descrição da vaga, quem for contratado fará parte da equipe global do Apple TV+ e responderá diretamente à chefe do serviço na Europa, a ex-BBC Jay Hunt. Além disso, essa pessoa também “desempenhará um papel fundamental no crescimento da reputação da Apple como uma potência criativa junto a produtores e roteiristas na Europa”.

Apesar de não fazer qualquer referência à legislação da UE, é bem possível que essa vaga faça parte de um esforço da Maçã para cumprir com a cota mínima de produções feitas em solo europeu, uma vez que nenhum serviço de streaming conseguiu bater essa meta ainda.

Publicidade

Como notado pelo Broadcast, no fim de 2022 o Apple TV+ trouxe para a sua equipe de Londres Tom Williams, outro ex-executivo da BBC e que agora trabalha como chefe de desenvolvimento do serviço. Ele também trabalhou no documentário “Who Do You Think You Are?”, da Wall to Wall.

Em dezembro, vale lembrar, a série de suspense “Slow Horses” se tornou o primeiro título original do Apple TV+ a ser nomeado para a premiação do Writers ‘Guild of Great Britain. Estrelada pelo vencedor do Oscar Gary Oldman (“O Destino de uma Nação”), a produção acompanha uma equipe de agentes de inteligência britânicos que trabalham em um departamento do famoso MI5.

O Apple TV+ está disponível no app Apple TV em mais de 100 países e regiões, seja em iPhones, iPads, Apple TVs, Macs, smart TVs ou online — além também estar em aparelhos como Roku, Amazon Fire TV, Chromecast com Google TV, consoles PlayStation e Xbox. O serviço custa R$21,90 por mês, com um período de teste gratuito de sete dias. Por tempo limitado, quem comprar e ativar um novo iPhone, iPad, Apple TV, Mac ou iPod touch ganha três meses de Apple TV+. Ele também faz parte do pacote de assinaturas da empresa, o Apple One.


Ícone do app Apple TV
Apple TVde Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhones Compatível com o Apple Vision Pro
Versão 1.8 (790.5 KB)
Requer o iOS 10.2 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App StoreCódigo QR Código QR

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão sobre vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple teria desistido do próximo iPhone SE, afirma Kuo

Próx. Post

Streaming no Brasil: Apple TV+ é ultrapassado pelo Star+

Posts Relacionados