O melhor pedaço da Maçã.

Instagram desiste da aba “Loja” e reorganiza menu de navegação

Foto de Deeksha Pahariya no Unsplash
Instagram

O Instagram anunciou hoje que, a partir de fevereiro, o app apresentará um menu de navegação reorganizado, agora com o retorno do botão “Criar” (ilustrado pelo ícone “+”) centralizado, tal como costumava ser até o último redesenho apresentado em 2020.

Publicidade

A exclusão da aba “Loja” faz também com que o botão do Reels, atualmente em destaque no centro do menu, seja colocado à direita do botão “Criar”, que atualmente está posicionado no topo da página inicial, ao lado do ícone de notificações. Segundo Adam Mosseri (CEO1Chief executive officer, ou diretor executivo. do Instagram) e a declaração oficial do Instagram, a mudança tem como objetivo “facilitar a forma como as pessoas criam, são entretidas e se conectam com amigos e coisas que amam”.

A confirmação vem meses após rumores corroborados em setembro de 2021, que cogitaram a mudança após testes com determinados usuários submetidos à nova proposta de reorganização do menu de navegação. O mais curioso é que, ainda em 2020, como resposta ao impacto econômico imediato da pandemia a pequenas marcas e comerciantes, o Instagram havia anunciado o recurso “Loja” com a aba em destaque no menu de navegação para que as empresas de comércio eletrônico pudessem expor seus produtos em uma vitrine única, propondo incentivos ainda mais urgentes para a compra de produtos através do aplicativo. Na época, a mudança fez com que o botão “Criar” saísse do menu de navegação e fosse para o topo das telas inicial e de perfil — um completo contrassenso à experiência de criação de conteúdo proposta pelo aplicativo —, o que gerou uma grande revolta momentânea entre muitos usuários da rede.

No entanto, as “curiosidades” não param por aí. 🤭 A proposta de reorganização do menu também chega após os polêmicos pronunciamentos das irmãs Kardashian que, no último ano, denunciaram a tentativa de transformação do Instagram em uma experiência similar, senão idêntica, à do concorrente TikTok, orientando o foco do aplicativo à criação e ao compartilhamento de vídeos curtos e recomendações de conteúdos de vídeo supostamente relevantes ao usuário — o que acabaria por ofuscar ainda mais as impressões (distribuição) de publicações no formato de imagem, que continuam gerando um engajamento demasiado representativo apesar dos esforços contrários do Instagram.

Na ocasião, em resposta ao descontentamento e protestos de uma parcela considerável de usuários demonstrados em diferentes redes sociais, Mosseri veio a público esclarecer que o Instagram se comprometeria a corrigir a falha no sistema de recomendação de conteúdos e afirmou que os vídeos ainda continuariam sendo uma das grandes prioridades da rede social por se tratarem de um formato de conteúdo que as pessoas têm demonstrado mais interesse em consumir ao longo do tempo.

Publicidade

Todos estes esforços, não à toa, serviriam para amenizar a dificuldade da rede em agradar, sobretudo, os pequenos criadores de conteúdo, uma grande parcela de usuários que sustenta o engajamento capilarizado da rede e que depende de uma distribuição mais ampla de seus porque dependem da monetização dos seus conteúdos para sustentarem suas profissões.

Ainda com o redesenho do menu e a dissolução da aba “Loja”, o recurso não irá desaparecer. De acordo com a publicação de Mosseri sobre a mudança, usuários poderão continuar interagindo e serem orientados à compra de produtos por outros meios dentro do Instagram, tal como através do feed (página inicial), Stories, Reels e anúncios. Isso porque as publicações do Instagram ainda contam com o recurso chamado “Compras” — etiquetas de produtos com nome e preço que direcionam usuários a uma página específica com mais detalhes, coleções e ofertas relacionadas; que, no caso do Brasil, direciona o usuário ao ecommerce do anunciante onde o produto pode ser adquirido, diferentemente de outros países contemplados pelas funcionalidades de compras internas de produtos na rede.


Ícone do app Instagram
Instagram de Instagram, Inc.
Compatível com iPhones
Versão 318.0.0 (268.1 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Notas de rodapé

  • 1
    Chief executive officer, ou diretor executivo.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Principal executivo de serviços deixará a Apple até o fim do mês [atualizado]

Próx. Post

Oferta: Apple Studio Display com desconto de 22%

Posts Relacionados