O melhor pedaço da Maçã.

Selo do Facebook e do Instagram chegará ao Brasil por R$45 mensais

rafapress / Shutterstock.com
Pessoa usando celular com o logo da Meta no fundo

Após testes em países como Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos, o Meta Verified — assinatura que oferece um selo de verificação para criadores no Facebook e no Instagramestá chegando à Índia e começará a ser testado em breve no Brasil. Além do selo, o plano, que deverá chegar por aqui nas próximas semanas, oferece recursos de proteção e suporte para os assinantes.

Publicidade

Diferentemente da caótica experiência do Twitter Blue, porém, existem alguns requisitos para que se possa assinar o plano. É necessário ter pelo menos 18 anos e um histórico de postagens na conta. Ao iniciar o processo para se tornar um assinante, deve-se, ainda, enviar um documento de identificação oficial, com nome e foto correspondentes aos que constam na conta.

Anúncio do Meta Verified por Zuckerberg
O Meta Verified agora está disponível na Índia, no Reino Unido, no Canadá e em breve no Brasil. Qualquer conta anteriormente verificada manterá o seu status no Instagram e no Facebook gratuitamente.

Conforme divulgado com o lançamento do Meta Verified, há mais alguns benefícios além do selo. No Brasil, os assinantes terão acesso a suporte humano, além de proteção proativa e monitoramento contra perfis falsos e/ou que finjam ser a pessoa, bem como outros recursos exclusivos.

Como lembrou o TechCrunch, à medida que a Meta expande a disponibilidade do recurso, porém, menos benefícios vão sendo levados a outros países, a exemplo das estrelas para apoiar outros criadores e do maior alcance das publicações de assinantes.

Publicidade

A assinatura sairá por R$45/mês se você a fizer pela web ou por R$55/mês caso ela seja feita em quaisquer dos aplicativos do Instagram ou do Facebook para iOS ou Android. Todo o processo será feito exclusivamente nos canais da Meta e é provável que haja algum tempo de espera para a verificação do documento.

O interessante é que, mesmo com a chegada do Meta Verified, os usuários que já eram verificados não perderão o seu selo e poderão continuar usando-o gratuitamente. A ideia aqui é justamente proteger essas pessoas, uma vez que elas também são bastante visadas em matéria de criação de contas falsas e, por isso, precisam dessa garantia.

Pelo visto, não haverá diferenciações entre os selos decorrentes de verificações pagas e daquelas que ocorreram até então pelos critérios já existentes. Tampouco será possível, ao menos a princípio, que contas de negócios e empresas adiram ao Meta Verified.

Errata, por Eduardo Marques07/06/2023 às 17:30

Atualizamos o post corrigindo os valores das assinaturas, que estavam errados. Pedimos desculpas pelo equívoco.


Ícone do app Facebook
Facebook de Meta Platforms, Inc.
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple TV
Versão 451.0.4 (329.2 MB)
Requer o iOS 13.4 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ícone do app Instagram
Instagram de Instagram, Inc.
Compatível com iPhones
Versão 318.0.0 (268.1 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Final Cut Pro estará disponível já no lançamento do Apple Vision Pro, diz cineasta

Próx. Post

Apple atualiza diretrizes da App Store e mira clones de apps

Posts Relacionados