O melhor pedaço da Maçã.
Nile Rodgers é o mais novo "artista-residente" do Apple Music

Nile Rodgers é o mais novo artista residente do Apple Music

O produtor, compositor e músico Nile Rodgers é o mais novo artista residente do Apple Music — um título anteriormente (e originalmente) ocupado por DJ Khaled.

Publicidade

A colaboração tem como objetivo destacar o poder do Áudio Espacial para músicos e fãs. Para isso, Rodgers vai remasterizar seu trabalho em Dolby Atmos, proporcionando uma experiência de audição imersiva.

A forma como a música deve ser ouvida.
Experimente os maiores sucessos de @nilerodgers, desde “We Are Family” do @SisterSledge_ até os álbuns mais icônicos do @CHICorg, com som envolvente no #ÁudioEspacial com @Dolby Atmos. apple.co/NileRodgersSA

Além disso, Rodgers realizará sessões ao vivo e eventos educacionais em Nova York, Los Angeles e Londres. Esses eventos oferecerão aos fãs experiências e insights em primeira mão sobre a maximização do potencial do Áudio Espacial.

O primeiro evento do artista já tem data marcada: será na próxima segunda-feira (19/6), das 18h às 19h, na Apple Fifth Avenue (em Nova York). Durante a sessão, os participantes poderão desfrutar de performances e discussões sobre o futuro da música com o Áudio Espacial.

Publicidade

Para promover o evento, Rodgers lançou um novo trailer em vídeo, disponível no Apple Music. Na campanha, ele expressou entusiasmo com a parceria:

O Áudio Espacial da Apple é a porta de entrada para o futuro. O streaming revolucionou o consumo de música e agora nossas vidas são acompanhadas pela trilha sonora de nossas músicas favoritas.

Vale lembrar que, além dessa nova residência, o artista apresenta o programa “Deep Hidden Meaning”, na rádio Apple Music 1. No ar desde 2020, ele explora as ideias e inspirações por trás da música de compositores consagrados e emergentes.

A parceria entre Rodgers e Apple representa um passo significativo para promover e explorar o Áudio Espacial. Com seu legado musical influente e insights, Rodgers tem o que é necessário para inspirar músicos e fãs a aproveitarem o potencial da tecnologia.

Publicidade

O Apple Music conta com um catálogo de mais de 100 milhões de músicas e 30 mil playlists — muitas delas com suporte a Áudio Espacial (Dolby Atmos) e em altíssima definição, com áudio Lossless. Para quem ama música clássica, há um app dedicado com mais de 5 milhões de faixas, tudo em uma interface simplificada! No Brasil, são três tipos de assinatura: Universitária (R$11,90/mês), Individual (R$21,90/mês) e Familiar (R$34,90/mês). Caso você não seja um assinante, pode testar o serviço de forma gratuita por um mês. Ele também faz parte do pacote de assinaturas da empresa, o Apple One.


Ícone do app Música
Música de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhones Compatível com o Apple Vision Pro Compatível com Apple Watches
Versão 2.6.5 (2 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão sobre vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via Billboard

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Tituss Burgess entra para a animação “Spellbound”, do Apple TV+

Próx. Post

Executivos comentam Vision Pro e outros lançamentos em conversa sobre a WWDC23

Posts Relacionados